04 Dez 2017 | 17:30:46

Este dia, finalmente, chegou: Darley enviará éguas para Galileo em 2018

Decisão põe fim à antiga política da coudelaria de Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum em não utilizar reprodutores da “rival”, Coolmore.

Garanhão chefe da Coolmore, Galileo cobrirá éguas da Darley em 2018

Imagem: Coolmore

Desde que Joe Osborne restou elevado à condição de CEO da Godolphin, em junho deste ano, alguns dogmas históricos da operação azul vêm sendo sensivelmente derrubados. Primeiro a coudelaria do Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum adquiriu, em leilões, filhos de reprodutores pertencentes à “rival” Coolmore. Agora, num aceno definitivo quanto ao término das restrições envolvendo a gigante irlandesa em seu plano de atuação, se tem notícia de que a Darley enviará, no ano de 2018, um lote de reprodutoras para Galileo.

Ainda não há nomes, tampouco quantidade, definidos acerca das matrizes a ser padreadas pelo filho de Sadler’s Wells. Todavia, diversos veículos midiáticos, incluindo o Thoroughbred Daily News e The Irish Field repercutiram a notícia. Questionado sobre a possibilidade, o já mencionado Osborne, ainda que sem detalhes apurados, confirmou os planos envolvendo o reprodutor de Susan Magnier, Michael Tabor e Derrick Smith.

“Eu diria que sim, nós iremos (utilizar Galileo). Esse deve ser o próximo passo. Porque Dubawi tem sido um excelente reprodutor para nós, temos muitas ótimas filhas dele. Talvez cobrir algumas delas com Galileo representaria uma boa combinação, em termos de pedigree, e renderia boas possibilidades para o futuro”, declarou Osborne à reportagem do Irish Field, em matéria publicada em seu website no dia 1º de dezembro.

Garanhão privado da Coolmore, Galileo não possui coberturas livremente comercializadas no mercado, tampouco tem fixado – e revelado – o preço de seu serviço. Todos os anos, entretanto, sua proprietária recebe éguas, procedentes de diferentes países, autorizadas a cobrir com o semental.

Mais notícias

GP Margarida Polak Lara: sina de campeãs

Prova integrante da Copa dos Criadores ABCPCC, a Taça de Prata de Potrancas conta como seleto rol de ganhadoras, o que provoca o imaginário do turfista sobre o que está por vir em 2017. Candidatas disputarão bolsa aproximada de R$ 194 mil.

Ler na íntegra

Gibraltar Point e mais treze pagam added para a segunda coroa

Entre as fêmeas, Lepate Goose também enfrentará lote mais numeroso em relação ao “Barão”.

Ler na íntegra

Desejado American abre as festividades em Porto Alegre

Defensor de Rosângela dos Passos M. Ferraz conquistou o Clássico Nestor Cavalcanti de Magalhães.

Ler na íntegra