Banner Haras Regina Topo
06 Jan 2018 | 20:27:57

Xingu Thunder larga e acaba na milha paulista

Tordilho do Stud Galope confirmou favoritismo no Clássico Tito Mello Zarvos (L).

Xingu Thunder segue na rotina das vitórias

Imagem: Marília Lemos

Mais uma vez se fazendo letal aos adversários, ao correr na frente, Xingu Thunder, 5 anos, filho de Durban Thunder e Now Cat (Know Heights), de criação do Haras Ponta Porã e propriedade do Stud Galope, conquistou, neste sábado (6), em Cidade Jardim, o Clássico Tito Mello Zarvos (L), em 1.600m na pista de grama (pesada, com 7m de cerca móvel), para produtos de 3 e mais anos.

Esfuziando na dianteira, Xingu Thunder trazia, em seu encalço, Fort Red (Redattore). Frisson (Refuse To Bend) corria em terceiro, acionando Xambre Thunder (Durban Thunder), Anthony Quinn (Elusive Quality) e José Cuervo (Peintre Celebre) nas últimas colocações.

Xingu Thunder ingressou na reta final com cerca de 2 corpos sobre Fort Red. Este, por sua vez, tentou avançar sobre o ponteiro, a partir dos últimos 500 metros. Por fora dos dois, Frisson igualmente buscava aproximar-se.

Quando exigido por André Luis Silva, porém, Xingu Thunder resistiu aos ataques adversários. Com firmeza, o tordilho alcançou o disco ½ corpo à frente de Frisson. Fort Red (1 e ¼) ficou com o terceiro posto, finalizando Anthony Quinn (1 e ½) e Xambre Thunder (2 e ¾) nas posições subsequentes.

A seguir: José Cuervo.

Noutro êxito de Delmar Lima Albres (Curitiba/PR) na tarde, Xingu Thunder obteve a sétima vitória em 19 corridas. Ganhador dos Grandes Prêmios Conde de Herzberg (gr.II), José Paulino Nogueira (gr.III), José Buarque de Macedo (gr.III), Natal (gr.III) e do Clássico Alberto Santos Dumont (L), Xingu Thunder parou os relógios na marca de 1:36.11, com finais de 23.86 e 12.33, renovando a extrema categoria da produção do Haras Ponta Porã, importador de Hail Cat (Storm Cat), a avó de Xingu Thunder e mãe da excepcional Hail Glory, Oaks winner paulista de 1999.

Mais notícias

Six Flags, fácil vencedora da Prova Especial Risota

Potranca da Fazenda Mondesir garantiu vaga na Taça de Prata.

Ler na íntegra

Em mensagem, Jorge Ricardo tranquiliza turfistas após acidente: “Estou bem”

Ídolo brasileiro sofreu grave queda no último sábado, em Palermo

Ler na íntegra

Arrocha banca a desforra contra Quarteto de Cordas

Após formar a dupla, para o mesmo Quarteto de Cordas, no GP Brasil, defensor do Haras Estrela Nova deu o troco no oponente ao vencer a Copa ABCPCC Clássica Matias Machline (gr.I).

Ler na íntegra