29 set 2018 | 14:18:38

Aigua demonstra sobras e mais sobras em listed

Defensora do Haras Rio Pardo conquistou o Clássico Paulo José da Costa e Professor Dr. Paulo José da Costa Jr. (L).


Aigua venceu aos esbarros.

Imagem: Marília Lemos

Numa exibição de plena superioridade, Aigua, 4 anos, filha de Molengão na múltipla produtora clássica – incluindo o vencedor do GP Brasil (gr.I), Moryba – Valetza (Baronius), de criação do Haras Fronteira e propriedade do Haras Rio Pardo, venceu, neste sábado (29), em Cidade Jardim, o Clássico Paulo José da Costa e Professor Dr. Paulo José da Costa Jr. (L), em 1.900m na pista de areia (pela variante), para éguas de 3 e mais anos.

Mantida na quinta – e penúltima – colocação por Jeane Alves, Aigua ganhou rédeas da joqueta no giro da última curva. Em questão de 200 metros, saltou de quinto para primeiro, já abordando a reta final, portanto, no posto principal.

No tiro direto, Aigua somente fez aumentar, mais e mais, a diferença que lhe separava das adversárias. Linda Le (T. H. Approval) formou a dupla a 13 corpos e ¼, finalizando Brave Caroline (por Elusive Quality, 16 e ½) em terceiro. Completaram o marcador Sukie Ridgemont (por Holy Roman Emperor, 16 e ½) e Arte Olímpica (por Forestry, 20 e ¼). A seguir, Flacota.

Recebendo treinamento de João Carlos Ávila, Aigua obteve a quarta vitória em 10 saídas. Vencedora do GP 25 de Janeiro (gr.II) e do Clássico José e Luiz Vieira de Carvalho Mesquita (L), percorreu a distância no tempo de 1:57.04, com finais de 25.00 e 12.52.

Mais notícias

Dashing Court, " o cavalo de ferro", vence a Prova Especial 29 de Outubro

Defensor do Stud Pura Mania expandiu seu rol de conquistas.

La Paz confirma favoritismo, em Cidade Jardim

Corredora do Haras Springfield venceu a Prova Especial José Homem de Mello.

Hector Gold, um galope de saúde no Clássico Delegações Turfísticas (L)

Revelação entre os arenáticos, corredor do Haras Anderson deu show na primeira prova clássica do festival