07 jan 2020 | 00:28:13

Ajuste Fiscal: a vitória que faltava a um incrível Antonio Luis Cintra

Tendo, recentemente, batido o recorde de vitórias, numa única temporada, em Maroñas, treinador brasileiro obteve o clímax de sua jornada, no Uruguai, ao vencer, com Ajuste Fiscal, o Gran Premio José Pedro Ramirez (gr.I).

Tolu segue colecionando resultados expressivos.

Imagem: Teledoce.com

Dono de curriculum regado à façanha de Heart Alone, em Dubai, e ao double de Dono da Raia, nas duas maiores provas do turfe brasileiro, Antonio Luis Cintra rumou para o Uruguai, há 3 anos, a fim de encarar novo desafio em sua carreira. Hoje, o olhar em retrospecto, acusa mais um capítulo de sucesso nessa história.

Nesta segunda-feira (6), “Tolu” (bateu, em 2019, o recorde de vitórias, numa única temporada, em Maroñas, ao obter 107 primeiros lugares) encilhou Ajuste Fiscal, que por sua vez venceu o Gran Premio José Pedro Ramirez (gr.I), em 2.400m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos. Com Héctor Lazo “up”, Ajuste Fiscal demonstrou sobras e mais sobras, derrotando o brasileiro, Bobby Q, por 7 corpos. Olympic Harvard, também treinado pelo vitorioso profissional, foi o quarto colocado. Little Vicky, o quinto.

Filho de Ioya Bigtime e Braid (Storm Surge), Ajuste Fiscal – de criação do Haras La Concordia e propriedade do Stud La Pomme – obteve a sua quinta vitória em 8 saídas. Vencedor da Polla e do Jockey Club, em Maroñas, deixou a tríplice coroa escapar em razão do terceiro lugar obtido no Derby do GP Nacional. Hoje, afastando qualquer ideia de que seu rendimento, na milha e meia, seria dos melhores, percorreu a distância no tempo de 2:27.42.

Mais notícias

EUA: em inscrição controversa, Quarteto de Cordas volta a render pouco

Brasileiro foi o décimo segundo colocado no Fort Lauderdale Stakes (gr.II).

Ler na íntegra

Estatísticas nacionais: da criação à propriedade, domínio do Araras

Coudelaria de Julio Bozano encerra temporada hípica 2016/2017 no topo dos rankings de criadores, proprietários e ainda contempla outra conquista de Wild Event entre os reprodutores.

Ler na íntegra

Nota de falecimento: Heitor Peixoto de Castro Palhares

Faleceu ontem à noite o turfista, criador e sócio do Jockey Club Brasileiro, Heitor Peixoto de Castro Palhares. Como criador, Heitor sempre teve éguas na reprodução, alojadas e registradas na Fazenda Mondesir e são de sua criação, animais como Condesir-G2, Fuco-G1, Classic Cool-G3, Legend Wind-G2, Ondesir, Fado, Macis, entre outros. O craque Sunset (GP Brasil 1978) também era de sua... [continua ]

Ler na íntegra