17 nov 2020 | 19:13:01

Criação: Synchrony, o primeiro Tapit a servir no Paraná

Corredor importado pelo Haras Cima ingressará na reprodução, em 2021.

Múltiplo ganhador clássico, Synchrony será o primeiro Tapit a servir no Paraná

Imagem: Bill Denver/EQUI Photo/Blood Horse

Depois de Hofburg, a criação brasileira contará, em 2021, com o “seu” segundo Tapit. Importação do Haras Cima, Synchrony, 7 anos, filho de Tapit e Brownie Points (Forest Wildcat), de criação de Pin Oak Stable, a quem Synchrony também defendeu, em pista, servirá no Paraná, a partir da próxima temporada de monta.

Em 29 saídas – realizadas entre Estados Unidos e Canadá, dos 3 aos 7 anos de idade – Synchrony conquistou 9 primeiros lugares. Seus principais êxitos ocorreram no Muniz Memorial Handicap (G2, no qual derrotou, dentre outros, os ganhadores de G1 Zulu Alpha e Arklow), no King Edward Stakes (G2), no Fair Grounds Handicap (G3, 2 vezes), no Oceanport Stakes (G3) e no Red Bank Stakes (G3).

Sem prejuízo das vitórias acima, Synchrony foi, ainda, terceiro colocado no Turf Classic Stakes (G1), em Churchill Downs, no qual finalizou atrás dos múltiplos ganhadores de graduação máxima Yoshida e Beach Patrol – que, atualmente, servem como reprodutores no Kentucky e no Japão, respectivamente,

A campanha de Synchrony foi encerrada com mais de US$ 956 mil, em somas ganhas.

Sua mãe, Brownie Points, foi, a exemplo dele, uma múltipla stakes winner. Inobstante seus êxitos, Brownie Points escoltou ninguém menos que Zenyatta no Apple Blossom Handicap (G1). Além de Synchrony, deu à luz a ganhadora de G3, Chocolate Kisses, e a stakes winnner, Point System.

A terceira mãe de Synchrony, Northern Style (Ack Ack), também produziu a múltipla ganhadora de G3 e terceira colocada no Beverly Hills Handicap (G1), Stylish Star.

Abaixo, o replay da vitória de Synchrony no já citado King Edward Stakes, prova de G2, disputada em Woodbine, no ano passado.

Mais notícias

George Washington: magnífico no Grande Prêmio São Paulo CSN (G1)

Corredor do Stud Happy Again ingressou no seleto rol de vencedores das duas principais provas do turfe brasileiro.

Ler na íntegra

Europa: produtos de Invencible Spirit dominam provas de G1 da nova geração

Ao todo, 3 provas de graduação máxima foram disputadas, em pistas europeias, no último fim de semana. Delas, duas foram vencidas por produtos do irlandês Invencible Spirit.

Ler na íntegra

O aproveitamento do garanhão nacional, por José C. F. Pires Júnior

Muito se fala do aproveitamento do garanhão nacional na reprodução, claro que especialmente, aqueles melhores elementos em pistas brasileiras. Alguns reclamam que estes reprodutores são preteridos em relação a estrangeiros de pior ou nenhuma campanha. Baseado nisso, resolvi fazer um levantamento sobre esses reprodutores nacionais. Mas como compará-los se eles viveram épocas distintas? Como comparar as chances de cada um?... [continua ]

Ler na íntegra