24 nov 2018 | 17:53:59

Dalheconquistadora supera as mais velhas no GP Presidente Antonio Grisi Filho (gr.II)

Potranca do Haras Clemente Moletta demonstrou sobras na melhor prova da tarde.


Dalheconquistadora demonstrou sobras.

Imagem: Marília Lemos

Disputado neste sábado (24), em Cidade Jardim, o Grande Prêmio Presidente Antonio Grisi Filho (gr.II), em 1.600m na pista de areia (pesada), para éguas de 3 e mais anos, revelou a vitória de Dalheconquistadora, 3 anos, filha de Agnes Gold e Spade (Wild Event), de criação e propriedade do Haras Clemente Moletta.

Após a largada, Brave Caroline (Elusive Quality) tomou a ponta. Dalheconquistadora corria em segundo. Friends of Gold (Vettori) e Aninha (Impression) disputavam o terceiro, com Apple-Pie (Plenty of Kicks) em quarto.

Na altura dos últimos 800 metros, a vantagem de Brave Caroline chegava a 4 corpos. Diante disso, Zeferino Moura Rosa apurou Dalheconquistadora para que esta alcançasse a reta final já na cola da ponteira.

Em que pese as tentativas de resistência por parte de Brave Caroline, Dalheconquistadora assumiu a dianteira, a 300 metros do disco. Dali em diante, sequer deu aos apostadores de suas adversárias o “direito de torcer”. Numa vitória fácil, bateu Brave Caroline por 3 corpos e ¾. Friends of Gold (5 e ¼) foi a terceira, com Aninha (10 e ½) e Apple-Pie (18 e ¾) finalizando nos postos subsequentes.

Treinada em Curitiba/PR por Julio Cesar de Moura Rosa, Dalheconquistadora obteve a quinta vitória (primeira em prova de grupo) em 7 saídas. Tempo de 1:34.55.

Mais notícias

Em final eletrizante, Tupã Ceretã supera Sammy na capital paulista

Alazão de Neverending Stud conquistou o Clássico Luiz e José Vieira de Carvalho Mesquita (L).

Copa dos Criadores: inscrição tardia do produto – aos 2 anos – poderá ser realizada até 31 de outubro

Nova redação do regulamento da Copa dos Criadores permitirá, já em 2020, que produtos de 2 anos – inclusive aqueles adquiridos em leilões – sejam inscritos até o dia 31 de outubro

Nhoquin quebra recorde e ratifica condição de melhor fundista paulista

Corredor do Haras Phillipson venceu, pela segunda vez, o Clássico Presidente João Domingos Sampaio (L).