17 nov 2021 | 20:14:56

Depois da tempestade, a bonança: Francisco Leandro vence mais um Derby e lidera estatística

Após quedas, durante o ano, bridão brasileiro parte para o término de 2021 com mais uma vitória no Gran Premio Nacional (G1), além de dominar a estatística de jóqueis, nas proximidades de seu final.


Leandro celebra a vitória de Irwin, no Derby Argentino

Imagem: Juan Ignacion Bozzello/Turf Diario

O ano de 2021, em determinados momentos, mostrou-se hostil a Francisco Leandro. O bem-sucedido jóquei brasileiro, no início do ano, fraturou a clavícula. Depois, sofreu uma fratura no tornozelo, no mês de julho, que lhe obrigou, inclusive, a passar por intervenção cirúrgica.

Na base da resiliência – e do talento – porém, Leandro conseguiu, dentro do mesmo ano, dar a volta por cima.

No último final de semana, Leandro conquistou, pela segunda vez, o Derby Argentino. No dorso de Irwin, que havia vencido a Polla de Potrillos (G1) – e a quem faltou, portanto, apenas o GP Jockey Club (G1), no qual finalizou em segundo, para a conquista da tríplice coroa – o jóquei levantou o Gran Premio Nacional (G1), já vencido por ele em 2019, a bordo de Miriñaque.

A vitória de Irwin, conquistada à base de grande facilidade, correspondeu à quarta vitória do castanho, em 7 corridas. A dupla deverá, agora, disputar o Gran Premio Carlos Pellegrini (G1), no próximo mês de dezembro.

Inobstante o brilho em importantes embates da chamada clássica argentina, Leandro também lidera, com folga, a estatística de jóqueis naquele país. Diferentemente do Brasil, na Argentina as estatísticas são computadas de janeiro a dezembro, sendo que, atualmente, o piloto soma 328 primeiros lugares. O segundo colocado, William Pereyra, conta com 289 vitórias.

Mais notícias

Em busca da consagração, Enable encara dezesseis no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I)

Artigo de desejo entre criadores, proprietários e profissionais mundo afora, o Arco ganhará sua versão 2017 no próximo domingo.

Uruguai: Aero Trem e Gucci Girl, estrelas de uma data histórica para a criação brasileira

Com 100% de aproveitamento nas provas clássicas do dia, em Maroñas, brasileiros dominaram a sequência das tríplices coroas, sem prejuízo das vitórias obtidas por Etranger e Holy Legal.

Logo mais, páreo de amadores enfeita reunião em Curitiba

Depois do sucesso no Rio de Janeiro, jóqueis não profissionais atuarão na capital paranaense.