24 mar 2017 | 20:44:29

Dubai World Cup: Arrogate cruza o globo à procura de adversários

Tordilho da Juddmonte Farms é a atração mor da festa em Meydan

Melhor cavalo do mundo, Arrogate desfila em Meydan: barbada à vista na DWC?

Imagem: Dubai Racing Club/Neville Hopwood

Amanhã (25) aficionados de todo o globo estarão com as suas atenções voltadas para o turfe árabe. Isso porque o imponente, e moderno, hipódromo de Meydan, nos Emirados Árabes Unidos, servirá de palco para mais uma edição da Dubai World Cup, que com os seus - nada menos que - US$ 30 milhões em prêmios, segue sendo o meeting mais bem pago de todo o turfe mundial. Do vultoso montante, US$ 10 milhões correspondem ao páreo homônimo, e central, da programação. E a maior parte desses US$ 10 milhões, segundo boa parte dos turfistas de plantão, já têm dono: Arrogate.

Depois de consolidar sua fama ao atrair, desde a vitória inaugural de Cigar em 1996, os melhor animais do dirt norte-americano, a Dubai World Cup perdeu um bocado de apelo nesse aspecto com a adoção da pista sintética de tapeta, em 2010 (ano em que, inclusive, venceu o brasileiro Glória de Campeão). Entretanto, desde que a raia de areia voltou a ser a pista do páreo, em 2015, por dois anos a DWC contou com a presença de California Chrome, que obteve uma vitória e um segundo lugar, na condição de melhor PSI estadunidense à época. E em 2017, Arrogate, qualificado como o melhor cavalo do mundo no ranking de ratings da Federação Internacional de Autoridades Hípicas (IFHA), manterá o alto nível da competição. 

Arrogate, entretanto, não é apenas o melhor exemplar de sua raça na atualidade. Na entrevista coletiva concedida nessa sexta-feira, Mike Smith, o piloto do tordilho (que já teve sob suas pernas corredores do nível de Zenyatta e companhia), confessou aos repórteres de plantão que tem dúvidas se já pilotara algum cavalo do nível de Arrogate. E Arrogate, por sua vez, dá muitos argumentos para Smith assim se pronunciar. O primeiro deles remete ainda a agosto de 2016, quando massacrara seus adversários, quebrando um recorde de 1979, no Travers Stakes (gr.I), em Nova York. De lá, o filho de Unbridled's Song rumou para Santa Anita e bateu, numa primeira ocasião, a California Chrome, na Breeders' Cup Classic (gr.I) do ano passado. E em janeiro de 2017, quando todos aguardavam por um tira-teima (e até mesmo por uma eventual revanche por parte de "Chrome"), Arrogate viajou até a Flórida e não deu qualquer confiança para o alazão - nem para de nenhum de seus oponentes - na Pegasus World Cup (gr.I).

Assim, tudo leva a crer que somente uma obra do acaso poderá tirar o tricampeonato de Bob Baffert (vencedor ainda na era Nad Al Sheba, com Silver Charm e Captain Steve, nos respectivos anos de 1998 e 2001). O acaso, entretanto, combina bastante com o nome de Keen Ice (Curlin), que certa vez, no mesmo "Travers" vencido por Arrogate, batera à lenda American Pharoah logo após a conquista deste na tríplice coroa. Assim, com um retrospecto forjado à base de grandes surpresas contra favoritos maiores ainda, Keen Ice persegue, pelo segundo ano seguido (em 2016 fora o oitavo) a glória em Dubai. Ganhador de G1 nos Estados Unidos, e um dos nomes mais regulares de sua geração, Gun Runner (Candy Ride) é a cartada da Three Chimneys Farm, pertencente ao brasileiro Gonçalo Torrealba. E por falar em brasileiro, João Moreira se fará presente ao páreo. Tendo recentemente brilhado com Rapper Dragon no Hong Kong Derby (L), o "Magic Man" monta o japonês Gold Dream (Gold Allure), que vem de vencer a February Cup (gr.I) em seu país natal.

Vettori Kin se exercita em Dubai: brasileiro tentará repetir a façanha de Lundy's Liability

Imagem: Erika R. Photography

Apollo Kentucky (USA), Long River (USA), Lani (USA), Move Up (GB), Awardee (USA), Furia Cruzada (a chilena é a única representante da criação sulamericana no páreo), Neolithic (USA), Hoppertunity (USA), Special Fighter (IRE) e Mubtaahij (IRE) são os demais inscritos.

Páreo que rendeu à criação brasileira sua primeira conquista no festival da DWC (com Lundy's Liability, do Stud TNT, em 2003), o UAE Derby (gr.II), em 1.900m na raia de areia, com US$ 2 milhões de bolsa, marca a primeira aparição de Vettori Kin (por Vettori, de Fern Circle Stables, Stud TNT e Haras Old Friends) desde seu nono lugar no "Pellegrini" do ano passado. Preparado nos Estados Unidos por Kenny McPeek, o brasileiro será conduzido por Joel Rosario e contará com a torcida brasileira no meeting. O ganhador do Gran Premio Nacional (gr.I) na Argentina, He Runs Away, é outra presença sulamericana no lote - sendo o filho de Heliostatic um crioulo do Haras Santa Maria de Araras que aparece inscrito pelo brasileiro Ricardo Colombo. 

Vitorioso no Criterium International (gr.I) na França, o irlandês Thunder Snow (por Helmet, da Godolphin) surge como a principal adversidade no caminho dos latinos. Qatar Man (IRE), Master Plan (USA), Midnight Chica (USA), Top Score (GB), Fawree (USA), Bee Jersey (USA), Fly At Dawn (USA), Spirit of Valor (USA), Lancaster Bomber (IRE), Epicharis (JPN), Nomorerichblondes (USA), Cosmo Charlie (USA) e Adirato (USA) também comparecerão ao partidor.

Postponed busca o bicampeonato na Dubai Sheema Classic (gr.I)

Imagem: TDN

Além das duas citadas provas, outras seis corridas graduadas e destinadas à raça PSI também comporão o festival. Na Dubai Sheema Classic (gr.I, em 2.400m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 6 milhões de bolsa), o irlandês Postponed busca seu bicampeonato, mas para tanto terá de derrotar o ótimo Highland Reel, ganhador da última Breeders' Cup Turf (gr.I). Demais inscritos: Earnshaw (USA), Jack Hobbs (GB), Sounds of Earth (JPN), Prize Money (GB) e Seventh Heaven (IRE).

Já na Dubai Turf (gr.I, em 1.800m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 6 milhões de bolsa), além dos irlandeses, ganhadores de G1, Mondialiste e Ribchester, pede passagem o francês Zarak, um filho da craque Zarkava. Demais inscritos: Heshem (IRE), Decorated Knight (GB), Opal Tiara (IRE), Mutakayyef (GB), Very Special (IRE), Vivlos (JPN), Debt Collector (NZ), Cougar Mountain (IRE), Deauville (IRE) e Long Island Sound (USA).

Prova tradicional da velocidade no festival, a Dubai Golden Shaheen (gr.I, em 1.200m na areia, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 2 milhões de bolsa) é reforçada pelo atual ganhador do páreo Muarrab. Demais inscritos: Stallwalkin' Dude (USA), Morawij (GB), Wild Dude (USA), Dundonnell (USA), Cool Cowboy (USA), Dios Corrida (JPN), My Catch (IRE), High on Life (GB), Not Listenin'tome (AUS), St. Joe Bay (USA), Reynaldothewizard (USA), Comics (USA) e Mind Your Biscuits (USA).

No páreo correspondente, em raia de grama, a Al Quoz Sprint (gr.I, em 1.200m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 1 milhão de bolsa), promete servir de palco para um duelo entre os ótimos Washington DC e Ertijaal. Demais inscritos: Amazing Kids (NZ), Medicean Man (GB), The Right Man (GB), Final Venture (GB), Jungle Cat (IRE), Long On Value (IRE), Finsbury Square (IRE), Richard's Boy (USA), Limato (IRE) e Baccarat (IRE).

Muito embora não pertencentes ao grupo I, tanto a Godolphin Mile (grupo II, em 1.600m na areia, com US$ 1 milhão de bolsa) quanto a Dubai Gold Cup (grupo II, em 3.200m na grama, com US$ 1 milhão de bolsa), que serão os primeiros páreos de PSI disputados na jornada, já promete esquentar os motores do público turfista. No páreo de fundo, além do atual ganhador - e favorito - Vazirabad (um filho do nosso conhecido Manduro), também alinharão Sheikhzayedroad (GB), Famous Kid (USA), Wall of Fire (IRE), Zamaan (GB), Quest For More (IRE), Big Orange (GB), Kingfisher (IRE), Rembrandt Van Rijn (IRE), Quechua (um argentino criado pelo Araras filho da brasileira Queen Cabaret), Beautiful Romance (GB), Heartbrak City (FR), Basateen (IRE) e Trip To Paris (IRE). Já na milha em raia de areia, os concorrentes são Ross (IRE), Le Bernardini (USA), Farrier (USA), Gift ed Master (IRE), Second Summer (USA), Sharp Azteca (USA), North America (GB), Heavy Metal (GB), Stormardal (IRE), Etijaah (USA), Triple Nine (KOR), Fitzgerald (USA) e Kafuji Take (JPN).

Para conferir mais informações sobre o festival, bem como imagens e vídeos, acesse:

https://www.dubairacingclub.media/

https://www.emiratesracing.com/ 

Mais notícias

Em atropelada fulminante, Izzi Bizzi vence o GP Pres. José de Souza Queiroz (G2)

Potro de Black Opal Stud assumiu a liderança da geração.

Ler na íntegra

Em final de emoção, Schweinsteiger conquista o GP ABCPCC – Udiaço (gr.I)

Alazão do Haras Rio Iguassu superou Cônsul American por margem mínima, em Cidade Jardim.

Ler na íntegra

Comunicado: JCB pode indicar representante em G3 no dia do Latino

Comunica a Comissão de Corridas que o Jockey Club Brasileiro poderá indicar um animal para o Cl. Thompson Matthes,G3, em 1600 metros/grama para produtos de 3 anos, a ser corrido no Hipódromo de Valparaiso, Chile, no mesmo dia do GP Latinoamericano (05 de março). O prêmio para o ganhador será de US$ 40 mil dólares. O transporte do animal, e... [continua ]

Ler na íntegra