22 nov 2020 | 18:23:52

Em final escamado, sino soa e Perigoosa supera Mais Que Bonita (atualizado)

Corredora do Haras Doce Vale conquistou o GP Marciano de Aguiar Moreira (G2).

Perigoosa somou nova vitória clássica à campanha

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Destaque da jornada realizada neste domingo (22), no Jockey Club Brasileiro, o Grande Prêmio Marciano de Aguiar Moreira (G2), em 2.400m na pista de grama (pesada), para éguas de 4 e mais anos, marcou nova vitória de Perigoosa, 5 anos, filha de Public Purse e I’m A Lady (Wild Event), de criação e propriedade do Haras Doce Vale.

Happy Party fez questão da ponta, após a largada. Una Sola, correndo em segundo, aparecia sofreada por Jorge Ricardo. Mais Que Bonita era a terceira e Helquis a quarta. Perigoosa corria na quinta última colocação.

Na cabeceira da curva, Henderson Fernandes deu rédeas a Mais Que Bonita, a qual passou para segundo e acelerou o ritmo de Happy Party – que, instigada, alcançou a reta final, ainda na primeira posição.

No tiro direto, Mais Que Bonita dominou Happy Party, com facilidade. De trás, Perigoosa começava a engrenar. Somente na altura dos últimos 200 metros é que a conduzida de Alexandre Correia alcançou sua melhor ação, partindo para cima de Mais Que Bonita.

As duas corredoras alcançaram o disco praticamente “coladas”, sem que houvesse espaço para uma folha de papel sulfite ser passada entre elas. No espelho, Mais Que Bonita ainda manteve diferença mínima sobre a oponente.

Após o páreo, houve tanto reclamação do jóquei de Perigoosa, quanto sindicância instaurada pela comissão de corridas. Depois de analisar a câmera frontal, em slow motion, percebeu-se que, o jóquei de Mais Que Bonita aplicou com o pé contra Perigoosa, sem prejuízo de chicotadas aplicadas contra Perigoosa, conforme explicação dada, no encerramento da transmissão da TV Turfe, pelo repórter André Cunha. 

Helquis, a 3 corpos, foi a terceira. Happy Party e Una Sola depois.

Treinada por Venâncio Nahid, Perigoosa, que vinha de vencer o GP Roberto e Nelson Grimaldi Seabra (G1), conquistou sua sexta vitória (agora, 3 clássicas) em 17 corridas. Tempo de 2:07.47.

Mais notícias

Ohio faz brilhar a criação Peixoto de Castro no Frank E. Kilroe Mile Stakes (gr.I)

Filho de Elusive Quality tornou-se o quinto brasileiro a vencer a tradicional disputa dos milheiros.

Ler na íntegra

Líder da estatística, "Zé" Aranha mira as taças do festival máximo paulista

Profissional conta com inscritos em diversas provas do fim de semana em Cidade Jardim

Ler na íntegra

Galeria do Leilão da Criação Nacional ABCPC: PERBENE

Ler na íntegra