25 out 2020 | 20:17:03

Em final polêmico, Eron do Jaguarete supera Campelanda no Presidente da República

Corredor do Stud Jaguarete obteve a mais importante vitória de sua campanha.


Eron do Jaguarete vence, para comemoração de Maikon Mesquita

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Neste domingo (25), no Jockey Club de São Paulo, produtos de 4 e mais anos disputaram o Grande Prêmio Presidente da República (G2), em 1.600m na pista de grama (pesada). Vitória de Eron do Jaguarete, 4 anos, filho de Kodiak Kowboy e Cineasta (Amigoni), de criação e propriedade do Stud Jaguarete.

Na largada, Olympic Impeachment assumiu o comando das ações, na ponta. No outro extremo do pelotão, Campelanda e o favorito Olympic Jhonsnow recuperavam-se após más largadas. Ouro da Serra e Homer Screen disputavam o segundo. Também emparelhados, No Sound e Olympic Ipswich brigavam pelo quarto.

Na altura dos últimos 1.300 metros, Eron do Jaguarete acionava nas últimas colocações, correndo lado a lado com Fantastic Boy e Campelanda.

Abordada a reta final, No Sound carregou sobre Olympic Impeachment. Ouro da Serra e Olympic Ipswich buscavam aproximar-se, nos postos subsequentes. A 300 metros do disco, surgiu Olympic Jhonsnow, tomando conta da prova.

Já com Olympic Jhonsnow na dianteira, Eron do Jaguarete e Campelanda (que se chocaram, por 2 vezes, na altura dos 500 finais) despontaram, em fortes atropeladas, na altura dos últimos 200. A dupla, então, ultrapassou Olympic Jhonsnow, com Eron do Jaguarete cruzando o disco final ¾ de corpo à frente de Campelanda e trazendo Maikon Mesquita em pé, nos estribos, comemorando a vitória.

Após o páreo, soou o sino de reclamação – de Campelanda contra Eron do Jaguarete. Depois de considerável espera, os comissários deliberaram por confirmar o páreo na ordem de chegada.

Olympic Jhonsnow foi o terceiro. Homer Screen e Ouro da Serra completaram o marcador. A seguir, Olympic Ipswich, Marlin Azul, Olympic Impeachment, Luckysiri, No Sound, Fantastic Boy e Seu Moreira.

Mário André é o treinador de Eron do Jaguarete, que passa a contar com 9 primeiros lugares em 12 saídas. Nunca tendo sido derrotado na distância da milha, obteve sua quinta vitória clássica, sendo a mais importante da campanha, até aqui.

Vencedor dos Grandes Prêmios Alberto Santos Dumont (G3), Linneo de Paula Machado (G3), dos Clássicos Candido Egydio de Souza Aranha (L) e Prefeito de São Paulo (L), percorreu a distância em 1:37.51, com finais de 24.68 e 12.20.

Mais notícias

Dama de Ferro e Aero Trem: tarde dourada para o Brasil, em Maroñas

Crioulos do Old Friends (ela defensora do Stud Guara del Sur; ele um defensor da própria farda da casa) venceram, respectivamente, a Polla de Potrancas e o Clásico Las Piedras (seletiva do Latino).

Pronto para o "Suckow", Thunder Cat mantém série invicta

Velocista do Stud Gold Horse foi o melhor no GP Cordeiro da Graça (gr.II)

Pedigree & Black Type: os Ganhadores Clássicos no Brasil - 5ª Edição

Nesta semana: Surprising e Penelope Charming.