12 maio 2024 | 19:20:23

Ethereum atropela duro no GP Adayr Eyras de Araújo (G3)

Potranca do Stud New Bridge é a líder entre as potrancas do Rio de Janeiro.


Em expressiva atropelada, Ethereum assumiu a liderança.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Numa vibrante atropelada, Ethereum, filha de Courtier e Etapa Vencida (Wild Event), de criação de Carlos dos Santos e propriedade do Stud New Bridge, venceu, neste domingo (12), na Gávea, o Grande Prêmio Adayr Eyras de Araújo (G3), em 1.500m na raia de grama (leve), para potrancas de 2 anos.

Nova Hart ditou o ritmo do páreo. A favorita Vanilla Pie corria em segundo, com Sorbonne e Ethereum disputando o terceiro. Depois acionava Pampita.

Abordada a reta final, Vanilla Pie e Sorbonne avançaram, emparelhadas, sobre Nova Hart, que não lhes ofereceu resistência. A dupla seguiu em disputa, pela ponta, até a altura dos 200 finais - quando, então, surgiu Ethereum, em violento arremate.

Com José Aparecido "up", Ethereum passou, sem briga, pelas suas oponentes, e disparou rumo ao disco. Numa vitória das mais expressivas, Ethereum derrotou Vanilla Pie por 5 corpos e 3/4. Sorbonne foi a terceira. Nova Hart e Pampita na sequência. Não correu: Nuit Blanche.

Treinada por Cosme Morgado Neto, Ethereum passa a somar duas vitórias (essa a 1ª clássica) em duas corridas. Após estrear, na raia de areia, com firme e fácil vitória, desta feita, no debut em raia de grama, percorreu a distância na marca de 1:28.25.

Mais notícias

No GP Conde de Herzberg (G2), melhor para Maranhão

Filho do nacional Chronnos assumiu a liderança, entre os machos, na Gávea.

Canadá: de volta à distância de sua predileção, Filo di Arianna vence allowance por 6 corpos

Crioulo do Stud Principessa di Capri deu um show na raia sintética de Woodbine.

Cristal: Divertida Halo levou o melhor páreo

Potranca de Rômulo Bruscato venceu o Clássico J. F. de Assis Brasil.