25 set 2017 | 16:33:23

EUA: aos 2 anos, filho da brasileira Lunacy vence a primeira

Our Lunatic venceu eliminatória em Parx Racing, na Pennsylvania.


No último sábado (23), em Parx Racing, na Pennsylvania, produtos de 2 anos disputaram uma eliminatória em 1.100 metros na pista de areia, com US$ 51 mil de dotação. Vitória do favorito Our Lunatic, filho de E Dubai na brasileira Lunacy, de criação Daniel Casella e propriedade de Carguys Racing.

Conduzido por Anthony Salgado, Our Lunatic acionou em segundo até a entrada da reta final, quando partiu – com sucesso – para cima do ponteiro, Generous Spirit (Run Away And Hide). Em vitória firme, Our Lunatic derrotou Every Step (Messner) por 2 corpos e ¼. Tempo de 1:06.59 para o pensionista de John Servis, que obteve a primeira vitória em 3 apresentações.

Criada pelo Haras Ponta Porã, Lunacy (Minstrel Glory e Thisisadream, pro Secretariat) despontou como um dos bons valores femininos da geração 2000, em Cidade Jardim. Aos 2 anos, a corredora venceu o Clássico Jacutinga (L), o qual se juntaria, na galeria de troféus conquistados pela corredora, às taças dos Clássicos Tiradentes (L) e Almirante Joaquim Marques Lisboa – Marquês de Tamandaré (L), vencidos por Lunacy aos 3 e 4 anos, respectivamente. Exportada para os Estados Unidos, Lunacy não chegou a vencer, encerrando seu retrospecto com 27 corridas (21 no país natal) em 5 primeiros lugares.

Our Lunatic figura como o quarto produto de Lunacy. Nascido em 2008, Porchetto (Memo) obteve uma vitória em 9 corridas. Talk Show Talent (Talent Search), de 2011, venceu duas em treze. Por fim vem a menção de Insane Monk (Ecclesiastic), da geração 2012, dono de uma vitória em duas corridas.

Mais notícias

Website britânico destaca ascensão do cavalo sul americano, em Hong Kong, por meio de Halston

Thoroughbred Racing noticiou intensificação das exportações sul americanas – tendo como pano de fundo a corrida, do brasileiro, no Derby de domingo.

Mama Mia abandona o perdedor em prova de G1

Filha de T. H. Approval rendeu o troféu do GP João Cecílio Ferraz - Crifér (gr.I) ao Haras Phillipson.

George Washington, um bicampeão do GP Brasil

Estrela do Stud Happy Again entrou para o seleto rol de bicampeões do Grande Prêmio Brasil (G1), sendo o primeiro no século XXI.