31 ago 2017 | 18:48:20

EUA: Songbird tem campanha encerrada

Vencedora de dois troféus do Eclipse Awards será inscrita no leilão de novembro da Fasig-Tipton.

Songbird: retrospecto - impressionante - de 13 vitórias e 2 segundos lugares em 15 corridas

Imagem: Chad Harmon/Blood Horse

Uma das melhores fêmeas vistas em ação nos Estados Unidos, nas últimas décadas, Songbird, 4 anos, filha de Medaglia D’Oro e Ivanavinalot (West Acre), criada no Kentucky por John Antonelli e pertencente à Fox Hill Farms, teve anunciada a sua retirada das competições. A página da Fox Hill Farms no Facebook comunicou a decisão, posteriormente replicada em diversos veículos da mídia especializada.

Após secundar Forever Unbridled no Personal Ensign Stakes (gr.I) do último fim de semana, Songbird apresentou-se algo sentida das traseiras. Encaminhada para exames mais incisivos, incluindo raios-x, na clínica Rood & Riddle, no Kentucky, Songbird restou diagnosticada com lesão na canela de um dos anteriores – mesma região afetada no início deste ano, e que provocou o retardo de seu retorno às competições depois do segundo lugar para Beholder na Breeders’ Cup Distaff (gr.I) de 2016. Um fragmento ósseo “solto”, verificado no raio-x, colocaria em risco a própria segurança de Songbird, caso esta continuasse em campanha.

“Há um antigo ditado que diz que todas as coisas boas tendem a acabar um dia. Hoje, a Fox Hill Farm anuncia que algo que foi muito bom para nós e para as corridas, acabou – a campanha de Songbird”, escreveu Rick Porter, proprietário da Fox Hill Farm, no Facebook.

Numa campanha perfeita aos 2 anos, Songbird venceu o Del Mar Debutante Stakes (gr.I), Chandelier Stakes (gr.I) e a Breeders’ Cup Juvenile Fillies (gr.I). A trinca de grupos I lhe rendeu, ao final da temporada, o primeiro Eclipse Award – de champion 2yo filly.

Aos 3 anos, o amplo domínio da pensionista de John Sadler, em meio às fêmeas norte-americanas nascidas em 2013, teve continuidade. Ainda que uma febre tenha lhe impedido de competir no Kentucky Oaks (gr.I), vitórias obtidas nos Santa Anita Oaks (gr.I), American Oaks (gr.I), Alabama Stakes (gr.I), CotillIon Stakes (gr.I), Las Virgenes Stakes (gr.II), Summertime Oaks (gr.II) e Santa Ysabel Stakes (gr.III) fizeram com que Songbird defendesse, na Breeders’ Cup Distaff (gr.I), uma série invicta de 11 corridas. Numa chegada de desfecho histórico, tamanha a emoção desenrolada ao longo da reta final, Songbird conheceu a primeira derrota da campanha ao sucumbir diante da não menos qualificada Beholder, que se despedia das pistas. O revés não lhe ceifou, porém, da conquista do Eclipse Award de champion 3yo filly.

O já citado desconforto na canela, que viria a causar, meses mais tarde, sua retirada das pistas, fez com que Songbird retomasse a campanha somente em junho de 2017. A vitória conquistada por 1 corpo – sobre Paid Up Subscriber – no Ogden Phipps Stables (gr.I), em Belmont Park, não convenceu aos aficionados de plantão. O que poderia ser creditado ao fator reaparecimento voltou a povoar com interrogações o imaginário dos turfistas quando Songbird precisou correr tudo e mais um pouco para bater Martini Glass (também por 1 corpo) no Delaware Handicap (gr.I). Por fim, no último sábado, experimentou o mencionado revés em Saratoga.

Dona de impressionantes 13 vitórias e dois segundos lugares em provas de G1 após 15 saídas, Songbird dá números finais ao race record com mais de US$ 4,69 milhões em prêmios. Conforme anúncio de seu proprietário, a campeã será posta à venda no leilão de novembro da Fasig-Tipton, no Kentucky.

Mais notícias

EUA: filho de Kodiak Kowboy em mãe Siphon, Shotgun Kowboy vence G3

Arenático de 6 anos derrotou o badalado Mubtaahij, em Lone Star Park.

Ler na íntegra

Marilyn conquista batismo clássico no Grande Prêmio Independência (gr.III)

Filha do nacional Pavillon pertence ao Stud Meyer.

Ler na íntegra

Exclusiva Girl desacata os machos na Prova Especial Mossoró

Defensora do Haras Sweet Carol mantém ótimo desempenho na raia de areia

Ler na íntegra