05 nov 2017 | 01:30:01

Gun Runner não dá chance aos rivais na Breeders’ Cup Classic (gr.I)

Pupilo do brasileiro Gonçalo Torrealba brilhou no clímax do festival em Del Mar.


Gun Runner venceu de ponta a ponta

Imagem: Getty Images/CBS Sports

Sem em 1995, com Cara Rafaela, e em 2005, com Leroidesanimaux, o brasileiro Gonçalo Torrealba havia ficado muito próximo de conquistar almejados troféus da Breeders’ Cup, a recompensa, em 2017, veio da melhor maneira possível. Há pouco, em Del Mar, na Califórnia, Gun Runner, 4 anos, filho do argentino Candy Ride e Quiet Giant (Giant’s Causeway), de criação de Besilu Stables e propriedade da Winchell Thoroughbreds & Three Chimneys Farm (esta pertencente a Torrealba), venceu a Breeders’ Cup Classic (gr.I), em 2.000m na areia, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 6 milhões de bolsa.

Com Florent Geroux “up”, Gun Runner mandou-se para a ponta logo após a partida. Collected (City Zip) corria em segundo, enquanto que o irlandês Churchill (Galileo) aparecia na terceira colocação. O ganhador do Travers Stakes (gr.I), West Coast (Flatter) acionava em quarto. Com parciais de 46.31 e 1:10.50, a prova, a partir da cabeceira da última curva, resumiu-se a um mano a mano entre Gun Runner e Collected.

Nos últimos 200 metros, Gun Runner conseguiu, enfim, se desvencilhar do oponente. Na quarta vitória consecutiva – a quarta de G1 – o melhor PSI da América superou Collected por 2 corpos e ½. West Coast finalizou em terceiro, com War Story (Northern Afleet) e Gunnevera (Dialed In) arrematando em quarto e quinto, respectivamente.

Sequer sombra do animal que outrora encantou o mundo, e que buscava, no ato, a sua segunda Breeders’ Cup Classic, Arrogate (Unbridled’s Song) empatou com Gunnevera (Dialed In) na quinta posição – sem nunca dar impressão de que poderia vir a brigar por posição mais ambiciosa.

Treinado por Steven Amussen, Gun Runner conquistou a décima vitória de sua campanha, em 18 apresentações. Após escoltar Arrogate na Dubai World Cup (gr.I) deste ano, Gun Runner não mais conheceu derrota. Antecederam o sucesso desta tarde, os êxitos nos Stephen Foster Handicap (gr.I), Whitney Stakes (gr.I) e Woodward Stakes (gr.I). Também ganhador do Clark Handicap, Arrogate precisou de 2:01.29 para percorrer a distância dos dois quilômetros.

Mais notícias

Arrogate esnoba prejuízos e levanta a Dubai World Cup (gr.I)

Defensor da Juddmonte Farms se consolida como um dos melhores PSI de todos os tempos

Não Dá Mais estreia amanhã, na França

Corredor de Benjamin Steinbruch fará seu debut, na Europa, em listed com € 36 mil de bolsa.

Dubai: filha da brasileira Aviacion, Promising Run vence G2

Corredora da Godolphin levantou o Cape Verdi (gr.II), em Meydan, na quarta vitória clássica da campanha.