28 jun 2019 | 17:46:09

Hedi brilha na Taça de Cristal e conquista a tríplice coroa juvenil

Filho do nacional Chá Inglês pertence a Ricardo Corrêa. Entre as fêmeas, melhor para Cantalona.


Hedi conquistou a tríplice coroa juvenil.

Imagem: Transmissão JCRS

Disputada nesta sexta-feira (28), no Jockey Club do Rio Grande do Sul, a Taça de Cristal (L), em 1.600m na pista de areia, para produtos de 2 anos, revelou a vitória do mais novo tríplice coroado juvenil de Porto Alegre: Hedi, filho do nacional – e precocemente desaparecido – Chá Inglês e Roupa Velha (First American), de criação do Haras Guamiranga e propriedade de Raul Corrêa.

Tomando a ponta logo após a largada, Hedi passou a ser guerreado por Principe Vi (Agnes Gold). A dupla abriu enorme vantagem sobre os demais, ao final da reta oposta. Durante a curva, já era visível que Principe Vi tinha alguma dificuldade para acompanhar o ritmo de Hedi.

Apesar do intenso ritmo, Hedi manteve sua intensidade na reta final. Vindo de trás, Type Stripes (Molengão), porém, colocou em xeque êxito de Hedi. No rigor de L. Costa, Hedi resistiu na primeira colocação, derrotando Type Strypes por 1 corpo e ½. Archevêché (Glória de Campeão) foi o terceiro. Principe Vi e High Up (Cisne Branco).

A seguir, E A Todo Vapor e Chacabuco. Não correu: In Chief.

Treinado por H. P. Machado, Hedi obteve a quarta vitória em 7 saídas. Vencedor do Clássico Antonio Arioli e do Clássico Paulo Rosa Wairich (1ª prova e 2ª prova da tríplice coroa, respectivamente). Tempo de 1:42.60.

Na Taça de Cristal de Potrancas (L), em 1.600m na posta de areia, para fêmeas de 2 anos, vitória de Cantalona, filha de Cisne Branco e Lala Pallooza (Wild Event), de criação e propriedade do Haras Ereporã.

Vinda de vencer uma eliminatória com ampla facilidade, Cantalona emplacou arremate irresistível na reta final. Conduzida por Leandro Henrique, Cantalona bateu Etê Kaluanã (Adriano) por ¼ de corpo. Hall Is Well (Put It Back) foi a terceira, deixando Embalada Flexa (Salto) e Nove Moleca (Agnes Gold).

Depois, Interrogação e Linda Thalia. Não correram Es Mi Sueño e Big The Last.

Recebendo treinamento de A. F. Chaves conquistou a segunda vitória em 3 saídas. Relógios parados no tempo de 1:43.70.

Mais notícias

Roxoterra encerra um 2021 perfeito na Copa dos Campeões – Steel Warehouse (G2)

Roxoterra encerra um 2021 perfeito na Copa dos Campeões – Steel Warehouse (G2) Filho do nacional Gol Tricolor rendeu ao Haras Fazenda Boa Vista sua 6ª vitória nas últimas 7 corridas.

Com firmeza, Caribean vence a Prova Especial Redattore

Defensor do Stud Best Friends vem revelando-se milheiro de alto padrão.

Nepal: escalada rumo à liderança da geração

Corredor do Haras Figueira do Lago dominou o Criterium do GP Conde de Herzberg (G2)