17 ago 2021 | 02:07:36

Jaguar Preto derrota os mais novos no Clássico Breno Caldas (L.)

Arenático de Shirlan Inc. conquistou seu batismo clássico.


Dono de muita categoria e coragem, Jaguar Preto venceu o "Breno Caldas"

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Aos 7 anos de idade, esbanjando classe e coração, Jaguar Preto derrotou os mais novos na milha do Clássico Breno Caldas (L.), uma das principais disputas da semana do GP Brasil. A carreira, em que o JCB celebra a Criação e o Turfe gaúchos, foi realizada em 1.600 metros, pista de areia pesada.

Hercules de Grèce pulou frio, mas instigado por seu piloto fez questão máxima da dianteira. Os voluntariosos Dark Bobby e Don Bizarro acompanhavam de perto o ritmo movido pelo estreante do Haras Nijú. Westbrook, Jackson Story, Saint Paul D’Vence, Icacoré, Jaguar Preto, Cebbola e Catch A Magic vinham depois. Dark Bobby e Don Bizarro já preparavam o bote para cima de Hercules de Grace, que ainda mandava no páreo. Jaguar Preto era tirado da linha um e buscava caminho livre para seu tropel.

No momento da decisão, logo Dark Bobby tomou conta do páreo. Don Bizarro passou para segundo, mas não mostrava força para lutar com o novo ponteiro. Westbrook ameaçava juntar-se à briga. Trazido na hora exata e no momento propício por Marcelo Gonçalves (impecável no dorso do ganhador), Jaguar Preto veio de trás com ação avassaladora. Embalado, o valente animal (o mais velho entre os inscritos), passou por todos seus rivais e conquistou belíssimo triunfo, mostrando o quão acertado foi o zelo de sua equipe para que Jaguar Preto consiga correr e desenvolver seu enorme potencial, mesmo com todos os seus problemas. É um prazer vê-lo correr. Westbrook passou por Dark Bobby e formou a dupla. Jackson Story e Saint Paul D’Vence fecharam o placar.

Animal que já ficou quase 24 meses ausente das pistas (15 meses entre 2017 e 2019 e 8 meses e 25 dias no período de 2020 a 2021), Jaguar Preto é levado no colo por Adélcio Menegolo e seu staff veterinário. O filho de Rock Of Gibraltar e Ocala Sands, por Choctaw Ridge, criado pelo Haras Figueira do Lago, defende as sedas do Stud Shirlan Inc.. Na sua oitava vitória, a primeira na esfera nobre, Jaguar Preto passou a milha em 1min39s76.

Mais notícias

Roxoterra fecha, com chave de ouro, o festival paulista

Filho do nacional Gol Tricolor rendeu a Prova Especial Quartier Latin ao Haras Fazenda Boa Vista.

Aeromani larga e acaba em Porto Alegre

Defensor de Agemenon Machado de Assis Berni venceu o Clássico Tribunal de Justiça do Estado.

Pré-inscrições: GP Presidente Luiz Oliveira de Barros (G2)

Prova será disputada, em Cidade Jardim, no dia 2 de março.