04 ago 2018 | 13:18:17

Mary Jane resiste a Miracle Mile na Prova Especial Giant

Corredor de Mary Jane Stud aprovou o aumento de distância, em Cidade Jardim.

Mary Jane aprovou o aumento da distância.

Imagem: Marília Lemos

Neste sábado (4), em Cidade Jardim, a Prova Especial Giant, em 1.800m na pista de grama (pesada), para produtos de 3 anos, marcou a vitória de Mary Jane, filho de T. H. Approval e Club Med (Revê Doré), de criação do Haras Phillipson e propriedade de Mary Jane Stud.

Após breve disputa com Royal Forestry (Forestry), Mary Jane assumiu a dianteira. O oponente passou a correr em segundo e Nível Alto (Que Fenômeno) a disputar o terceiro com Power-Quark (Quick Road). Mañana Poderosa (T. H. Approval) completava o lote dos cinco primeiros. Durante a curva, Mañana Poderosa ingressou na briga pelo terceiro, posição que passou a ocupar na cabeceira da reta final.

Abordado o tiro direto, Rudnick Viana levou Mary Jane para a baliza oito. Royal Forestry, rente à cerca interna, tentava descontar a vantagem detida pelo ponteiro. Foi Miracle Mile (Setembro Chove), porém, quem colocou a vitória de Mary Jane em risco, a 300 metros do espelho, quando desatou atropelada, bem aberto.

O disco, contudo, chegou antes e Mary Jane garantiu vitória por pescoço sobre Miracle Mile. Royal Forestry (2 e ½) ficou com a terceira colocação, deixando Lobão (por Shanghai Bobby, 7 e ¼) e Nível Alto (8 e ¾) no complemento do placar remunerado.

A seguir, Mañana Poderosa, Power-Quark e Lorde Cigano.

Treinado por Amazílio Magalhães Filho, Mary Jane conquistou a segunda vitória em 4 saídas. Tempo de 1:49.73, com finais de 24.22 e 12.31.

Mais notícias

Recife: Taquetaquetadanado leva a melhor no GP Manoel Medeiros

Filho de Wild Event pertence ao Stud São José dos Bastiões.

Ler na íntegra

Ficante volta à Gávea para vencer a Prova Especial Hyperio

Velocista do Haras Basano resistiu aos avanços de Cornélio.

Ler na íntegra

Empire Maker: o marco da Juddmonte na América

Desaparecido aos 20 anos, filho de Unbridled representou a afirmação, definitiva, do Príncipe Khalid Abdullah, na criação norte-americano.

Ler na íntegra