24 fev 2017 | 18:35:51

Mucho Fon e Rainha da Lagoa abrem as tríplices coroas em Porto Alegre

A quinta-feira (16) de 8 corridas em Porto Alegre foi bastante movimentada. Isso porque o Jockey Club do Rio Grande do Sul promoveu hoje a abertura de suas tríplices coroas, sendo que couberam a Mucho Fon e Rainha da Lagoa as vitórias nas provas inaugurais, que fazem deles, agora, os candidatos aos respectivos títulos.

Campeão da "Milha" do "Bento", Mucho Fon agora é candidato à tríplice coroa
Imagem: Divulgação JCRS

No Grande Prêmio Breno Caldas, em 1.600m na pista de areia, para potros de 3 anos, o estreante Certidão (Amigoni) mandou-se para a primeira colocação após a largada. Misterioso Lô (Nedawi) corria em segundo, com o favorito Bagé In Concert (Silver Train), atual ganhador do GP Bento Gonçalves (gr.II) e vindo de finalizar em quinto no GP José Pedro Ramirez (gr.I), acionando em terceiro. Mucho Fon era o sétimo no lote composto por 10 animais.

Abordado o tiro direto, Bagé In Concert infiltrou-se pela cerca interna e passou a dar carga sobre Certidão. Este, por sua vez, custava a entregar os pontos frente às investidas adversárias. Somente a 200 do disco é que Bagé In Concert conseguiu sacar vantagem sobre Certidão, sendo que seu domínio, todavia, durou pouco. Isso porque Bagé In Concert logo recebeu as cargas de Joe Andretti (Christine's Outlaw) e Mucho Fon - este atropelando bem aberto. A dupla, sem briga, deixou Bagé In Concert para trás e deu início a um bonito duelo que perdurou até o disco.

Na insistência de M. B. Souza, Mucho Fon sacou vantagem mínima sobre Joe Andretti no disco de sentença. Em terceiro finalizou Bagé In Concert, com Certidão e Vangelis (Union Avenue) completando o marcador. Depois chegaram For Them, Indio Choctaw, Misterioso Lô, None of That e Grenadier.

Treinado por H.P.Machado, Mucho Fon obteve sua terceira vitória em 12 corridas. Filho de Bold Start e Flying Bullet (Magical Mile), o castanho de criação do Stud Capela de Santana e propriedade do Stud Casablanca já havia vencido, em outubro do ano passado, o GP Presidente da República (L), no caso a "Milha" do festival máximo gaúcho. Tempo de 1:44.00

Já no Grande Prêmio Estupenda, também em 1.600m na areia, mas reservado a potrancas de 3 anos, a debutante Rainha da Lagoa saiu feito um foguete dos boxes para assumir a ponta na partida. A corredora abriu boa vantagem à frente da parelha composta por Buzcarelin (Yagli) e Energia Iberia (Glória de Campeão). Ao final da reta oposta, a parelha apertou o cerco contra Rainha da Lagoa e a vantagem da líder caiu para 1 corpo apenas na curva. Zayana (Tiger Heart) e Tapete Azul (Redattore) também se aproximaram das ponteiras, em quarto e quinto, respectivamente.

No tiro direto, Buzcarelin e Energia Iberia abdicaram da briga que passou a ficar por conta de Rainha da Lagoa e Zayana. Tapete Azul, avançando em terceiro, ameaçava as duas primeiras. Acusando uma boa dose de valentia, porém, Rainha da Lagoa - sob a monta de G. Ferreira - se defendeu com sucesso das investidas adversárias até os lances decisivos. No disco, Rainha da Lagoa firmou 3/4 de corpo sobre Tapete Azul, com Zayana finalizando em terceiro. Completaram o placar Energia Iberia e Osnia (Union Avenue). A seguir: Buzcarelin e Princesa D'Anafer. Yanca não foi apresentada.

Treinada em Pelotas/RS por W. Almeida, Rainha da Lagoa havia competido, até então, por 4 vezes em Pelotas - com 3 vitórias obtidas. Pertencente à segunda geração do nacional Quick Gipsy (American Gipsy) - composta por apenas 4 animais - e filha, também, da matriz Rainha Sam (Roi Normand), Rainha da Lagoa é uma crioula do Haras Paraíso da Lagoa que defende a farda de Viriato Farias Mattar. A milha foi corrida em 1:45.70.


Mais notícias

Nota de esclarecimento: artigo “Divagações A Respeito da Criação”, de Milton Lodi

A ABCPCC/Stud Book Brasileiro vem, por meio desta nota de esclarecimento, se manifestar quanto ao teor do artigo “Divagações A Respeito da Criação”, de autoria do Sr. Milton Lodi, publicado na edição do dia 29 de novembro do Jornal do Turfe. No texto, o articulista afirma que “(...) Um dos detalhes que vieram facilitar o aproveitamento dos cios das éguas... [continua ]

Ler na íntegra

Em final polêmico, Eron do Jaguarete supera Campelanda no Presidente da República

Corredor do Stud Jaguarete obteve a mais importante vitória de sua campanha.

Ler na íntegra

Criação: Stellar Wind, a caminho de Galileo

Adquirida pela Coolmore no ano passado, campeã norte-americana terá genética posta em contato com o reprodutor número 1 do mundo.

Ler na íntegra