14 abr 2024 | 21:43:48

Navy of War vence o GP Mário de Azevedo Ribeiro (G3) e segue sem conhecer derrota

Potro do Stud H&R conquistou seu batismo clássico.


Navy of War faturou o G3 dos potros.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Após estreia auspiciosa, em fevereiro, Navy of War, filho de Hofburg e Et La Vie Continue (Put It Back), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud H&R, repetiu a dose, neste domingo (14), ao vencer o Grande Prêmio Mário de Azevedo Ribeiro (G3), em 1.400m (leve, com 3m de cerca móvel), para produtos de 2 anos, no Jockey Club Brasileiro.

Conduzido por Valdinei Gil, Navy of War perseguiu o ponteiro Sentinela, ocupando a segunda posição até a entrada da reta final.

No tiro direto, Navy of War encontrou resistência em Sentinela até a seta dos 300 finais, quando, então, ultrapassou o oponente. Nudini, que muito custou a alinhar (jogava-se, insistentemente, para dentro, contra os esforços do jóquei Leandro Henrique), somente tomou juízo nos últimos 100 metros - num arremate que lhe rendeu a segunda posição, a 3/4 de corpo, de Navy of War.

Sentinela, Speak Alpha e Valparaíso completaram o marcador. Nevada Smith depois.

Treinado por Dulcino Guignoni, Navy of War, que segue sem conhecer derrota após duas corridas, percorreu a distância na marca de 1:22.62.

Mais notícias

Jockey Club do Paraná obtém carta patente definitiva

Decisão do Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento (MAPA) foi publicada hoje (01/09) no Diário Oficial da União.

Em dias de sonho para a farda, Punta do Iguassu assume a liderança entre as potrancas

Filha de Hat Trick garantiu ao Haras Rio Iguassu seu terceiro troféu na tarde, ao vencer o Grande Prêmio Presidente Guilherme Ellis (G2).

Sem sustos, Friends of Gold vence o Clássico Ricardo Lara Vidigal (L) pela segunda vez

Arenática de Bet Gold Stud repetiu êxito conquistado em 2016.