21 out 2017 | 17:07:51

No sino, Olympic Harvard fatura o GP Linneo de Paula Machado (gr.III)

Potro do Haras Regina conquistou batismo clássico.


Olympic Harvard (por fora) venceu após a desclassificação de No Ar (centro)

Imagem: Marília Lemos

Principal embate do dia (21), no Jockey Club de São Paulo, o Grande Prêmio Linneo de Paula Machado (gr.III), em 2.200m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, foi marcado por final acirrado – e polêmico. Na desclassificação de No Ar, prevaleceu Olympic Harvard, 3 anos, filho de Drosselmeyer e Fúria Olímpica (Astor Place), de criação e propriedade do Haras Regina.

Peter-Pilotto (Rock of Gibraltar) assumiu o controle das ações após a partida. Moreno (Roderic O’Connor), companheiro de farda de Olympic Harvard, saiu no encalço do ponteiro, aparecendo No Ar (Pioneering), recente ganhador do GP Paraná (gr.III), em terceiro. Cowboy Purse (Public Purse), Knight of Glory (Farenheit), Olympic Harvard e Laimak Secret (Linngari) depois.

Superado o disco na volta inicial e contornada a curva da direita, Peter-Pilotto seguia ensinando o caminho do disco aos demais. Na metade da reta oposta, a sua diferença para o segundo colocado, Moreno, aproximava-se de 3 corpos. Durante a passagem pela última curva, tanto Moreno quanto No Ar alcançaram Peter-Pilotto. Olympic Harvard vigiava a briga, em quarto.

Na cabeceira do tiro direto, Peter-Pilotto acabou dominado por Moreno – que passou limpo, pela baliza um. Por fora deste, No Ar e Oympic Harvard progrediam, abertos. Faltando 400 metros para o disco, travou-se briga tripla pela primeira colocação.

Ainda que Olympic Harvard, dentre os três, fosse quem desse a melhor impressão, No Ar cresceu em meio à parelha do Haras Regina. Nos últimos 250 metros, No Ar e Olympic Harvard chocaram-se. Nenhum dos dois, porém, abdicava da briga – que ganhava requintes de emoção ainda maior dada a valentia de Moreno, por dentro dos dois.

Nos lances decisivos do páreo, No Ar (conduzido por Antônio Mesquita) sacou vantagem sobre Olympic Harvard, derrotando-lhe por pescoço. Moreno (1/4), agarrado, finalizou em terceiro. No retorno à repesagem, porém, soou o sino de reclamação. Após o veredicto, a comissão de corridas do Jockey Club de São Paulo desclassificou No Ar para a segunda colocação. Completaram o marcador remunerado Cowboy Purse (8 e ¾) e Laimak Secret (13 e ¾).

A seguir: Knight of Glory e Peter-Pilotto.

Montaria de Waldomiro Blandi e pensionista de Roberto Solanés, Olympic Harvard conquistou a segunda vitória (primeira clássica) em 5 apresentações. Tempo de 2:15.34.

Mais notícias

Portovenere desbanca Aspro Courtier na Copa ABCPCC Regional (L)

Filho de Salto, do Stud Magenta, conquistou batismo clássico.

Eurico Rosa lança biografia, no Canadá

Tendo recentemente encerrado sua carreira, jóquei brasileiro publicou “Riding For Freedom”.

Uruguai: Sexy Reasons vence a Longines Cup. Friends of Gold em terceiro

Melhor égua do turfe uruguaio conquistou novo êxito, no meeting do Latinoamericano. Com percurso adverso, Friends of Gold finalizou na terceira colocação.