04 ago 2019 | 18:13:16

Nos 3.218 metros, Quiron sagra-se “Rei da Raia Paulista”

Na prova de maior extensão do calendário nacional, fundista do Stud Quintella & Genovesi levantou o GP General Couto de Magalhães (gr.III).

Quiron: pulmões privilegiados. 

Imagem: Marília Lemos

Páreo de maior extensão, dentre todas as provas disputadas no turfe brasileiro, o Grande Prêmio General Couto de Magalhães (gr.III), em 3.218 metros na pista de grama (leve), para produtos de 4 e mais anos, foi disputado no sábado (3), em Cidade Jardim. Sagrou-se “Rei da Raia Paulista” Quiron, 5 anos, filho de Public Purse e Valleyview (Wild Event), de criação do Stud Eternamente Rio e propriedade do Stud Quintella & Genovesi. 

Quiron vigiou o ritmo do ponteiro Sédulus, na segunda colocação, até a altura dos últimos 1.200 metros. Nesse ponto, Carlos Lavor fez a tradicional – e longa – partida no corredor, que ingressou na reta final já na primeira colocação. Ainda que First Fighter tenha tentado lhe desalojar, do primeiro posto, na altura dos últimos 300 metros, Quiron manteve-se, com firmeza, na primeira colocação. Orario Pubblico (4 e ¼) tomou a dupla de First Fighter nos últimos lances, ficando Eleito e Mister Pipo com o complemento do placar remunerado. Depois, Sédulus.

Treinado no Rio de Janeiro, por Roberto Solanés, Quiron conquistou sua quinta vitória (terceira clássica) em 21 saídas. Relógios parados na marca de 3:23.86, com finais de 24.53 e 12.21.

Mais notícias

Le Courtier conquista batismo clássico

Potro do Stud Nova República conquistou o Clássico Presidente Eduardo da Rocha Azevedo (L).

Ler na íntegra

EUA: Coalizão de hipódromos vetará utilização da furosemida em provas para 2 anos e stakes

Grupo de hipódromos, que abrigam 86% dos stakes disputados no país, não permitirá a utilização da furosemida, nessas corridas, a partir de 2021. Um ano antes, em 2020, provas para animais de 2 anos terão a mesma restrição.

Ler na íntegra

Galang não escolhe raia e passa no teste para a tríplice coroa

Potranca do Haras Cifra deixou as adversárias para trás no Clássico Riboletta (L).

Ler na íntegra