03 fev 2019 | 16:05:25

Papito mostra que é de corrida e vence a Prova Especial Bal A Bali

Defensor do Stud Alvarenga debutou com vitória.

Papito venceu com facilidade.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Principal embate deste domingo (3), no Jockey Club Brasileiro, a Prova Especial Bal A Bali, em 1.000m na pista de grama (leve, com 9m de cerca móvel), para produtos de 2 anos, foi vencida pelo estreante Papito, filho de Midshipman e Mandaguaçu (Jules), de criação do Haras Cifra e propriedade do Stud Alvarenga.

Pronto de partida, Papito assumiu a dianteira logo após a largada. Petrus (Jeune-Turc), o único já corrido – e detentor de vitória – do lote, disputava o segundo com Marrom Bombom (Al Arab). Hipness (Put It Back) e Hareback (Put It Back), que largou mal, vinham depois.

Na reta de chegada, Papito não deu qualquer chance os oponentes. Ajustado por Leandro Henrique, o favorito passou a aumentar, cada vez mais, sua vantagem, na primeira colocação. Petrus formou a dupla a 4 corpos e ½. Marrom Bombom (5 e ¼) foi o terceiro. Depois, Hareback (6 e ¾) e Hipness (17 e ¾).

Treinado por Julio Cezar Sampaio, Papito parou os relógios no tempo de 57.41.

A segunda mãe de Papito, a canadense Londrina (Vice Regent) também é segunda mãe do notável Halston (Setembro Chove), recentemente exportado para os Estados Unidos – devendo seguir viagem até Hong Kong.

Mais notícias

Logo mais tem Daffy Girl em ação na pista da Gávea

Colocada, pelos experts e turfistas de plantão, ao lado dos melhores animais já criados pelo Haras Santa Maria de Araras, Daffy Girl retomará sua campanha nesse domingo (5), no Jockey Club Brasileiro. A corredora de 4 anos é uma das 7 inscritas no Clássico Antonio Carlos Amorim (L), em 2.000m na pista de grama, para fêmeas de 3 e mais... [continua ]

Ler na íntegra

Pelo segundo ano consecutivo, Little Bad Girl vence o GP Oswaldo Aranha (gr.II)

Filha de Agnes Gold fez brilhar o Haras Figueira do Lago.

Ler na íntegra

Copa dos Criadores é antecipada para 27 de junho

Decisão visa antecipar distribuição de premiações a proprietários, criadores e profissionais. Bolsa global do festival deve aproximar-se de R$ 1 milhão.

Ler na íntegra