10 jun 2017 | 16:26:37

Perbene esbanja categoria no Grande Prêmio Major Suckow (gr.I)

Vitória inconteste do defensor do Stud Sampaio conferiu-lhe status, em definitivo, de melhor velocista do Brasil.


Melhor velocista do país, Perbence impressionou no GP Major Suckow (gr.I)

Imagem: Gérson Martins

Primeiro embate de gradução máxima do festival do GP Brasil 2017, o Grande Prêmio Major Suckow (gr.I), em 1.000m na pista de grama (macia), para produtos de 2 e mais anos, foi disputado neste sábado (10), no Jockey Club Brasileiro. Vitória inconteste para Perbene, 4 anos, filho de Tiger Heart e Endless Beauty (Roi Normand), de criação do Haras Santarém e propriedade do Stud Sampaio.

Seguindo o script "à risca", Thunder Cat (Desejado Thunder) saiu veloz do extremo externo do partidor. Inobstante tomar a primeira colocação, o favorito dos apostadores, ao ser solicitado por Ilson Correa, abriu cerca de 5 corpos na primeira posição. Questo Mi Piace (Tiger Heart) e Cornelio (Redattore) disputavam o segundo posto. Perbene, pela baliza um, se aproximava em quarto.

Abordada a reta final, a vantagem de Thunder Cat era menor sobre os oponentes. Perbene, visivelmente, "sobrava" nas mãos de Vagner Borges, que seguia de posição alta, atrás de Thunder Cat. Quando posicionado entre Thunder Cat e Questo Mi Piace, na altura dos 350 finais, Perbene teve, enfim, caminho livre para avançar. O páreo estava liquidado.

Sem qualquer briga, Perbene tomou conta do páreo e passou a abrir vantagem, na primeira posição. Em vitória facílima, o vistoso alazão derrotou Thunder Cat por 1 corpo e 3/4. Cônsul American (por First American, 2) avançou para ficar com a terceira posição. Cornelio (2) e Double Talk (por Wild Event, 4 e 1/2) completaram o marcador. 

Depois chegaram Comandante Dodge, Samba de Bamba e Questo Mi Piace.

Depois de Lost Love, Norway Boy e Old Dodge (este na condução de supervisor), Adélcio Menegolo conquistou outro "Suckow" para sua coleção de troféus. Já Perbene, que em maio havia vencido o GP ABCPCC (gr.I) na capital paulista, obteve a sua quinta vitória em 9 corridas. 

Tempo de 55.43.

Mais notícias

Nautilus, o melhor na Prova Especial Gaudeamos

Potro do Stud Valentin & Jarussi venceu, praticamente, de ponta a ponta.

Rumo ao Ramirez, Olympic Harvard vence em Maroñas

Brasileiro, do Haras Regina, conquistou o Clásico Carlos Pellegrini (URU-gr.III). Velocistas El Danzarin e Holy Legal também demonstraram forma para a semana máxima uruguaia.

Eclipse Award, de cavalo do ano, é de Gun Runner

Nas vésperas da Pegasus World Cup (gr.I), alazão protagonizou principal categoria da premiação norte-americana e rendeu ao brasileiro, Gonçalo Torrealba, a segunda estatueta.