25 set 2021 | 20:47:21

Um show de Kopenhagen no Grande Prêmio Paraná (G3)

Arenático do Haras Springfield venceu a prova máxima do turfe paranaense por 19 corpos.


Kopenhagen venceu em atuação extraordinária

Imagem: Felipe Neves/Divulgação JCP

Mesmo sem correr desde janeiro deste ano, Kopenhagen, 5 anos, filho de Midshipman e Left Handed (Vettori), de criação e propriedade do Haras Springfield, deu um show no Grande Prêmio Paraná (G3), em 2.000m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos. A prova máxima do turfe paranaense foi disputada neste sábado (25), em Curitiba. 

Pela linha um, Kopenhagen assumiu a ponta logo após a largada. Caled foi quem assumiu a missão de lhe seguir de mais de perto. Ainda assim, Kopenhagen seguia "trocando orelhas", na ponta, e ditando o ritmo do páreo a seu gosto. 

Na reta final, Kopenhagen, simplesmente, disparou à frente dos oponentes. O corredor abriu, nada menos, que 19 corpos sobre Caled. Este, em valoroso esforço final, aparou o arremate de Campelanda, que finalizou na terceira colocação. Mondragon foi o quarto e Wil Myers o quinto. 

Depois, Ouro da Serra, He's Gold e Just Speaker.

Tendo conquistado sua primeira vitória na prova, Antenor Menegolo Neto (emplacou ponta e dupla) encilhou Kopenhagen para a obtenção de sua oitava vitória (terceira clássica) em 18 corridas. 

Também vitorioso nos Clássicos Derby Paranaense (L) e Delegações Turfísticas (L), Kopenhagen registrou 2:08.30 para a distância. 

Mais notícias

Pedigree & Black Type: os Ganhadores Clássicos no Brasil - 31ª Edição

Nesta edição: Newark, Ribéry e Takashi.

Flight Time disputará o GP Estado do Rio de Janeiro (gr.I)

Defensor de Black Opal Stud defende invencibilidade de 3 corridas.

Criação: Pixilim será coberta por Kitten’s Joy e seguirá para a Austrália

Criada por Roberto Belina, brasileira teve campanha encerrara e servirá como reprodutora na Oceania.