07 Out 2017 | 17:35:17

Cash do Jaguarete deixa adversários a perder de vista na segunda coroa

GP Jockey Club de São Paulo (gr.I) ficou com defensor do Stud Jaguarete.

Cash do Jaguarete presenteou turfistas com apresentação de luxo

Imagem: Marília Lemos

Numa notória demonstração de superioridade, Cash do Jaguarete, filho de Public Purse e Flower Fest (Crimson Tide), de criação e propriedade do Stud Jaguarete, levantou o Grande Prêmio Jockey Club de São Paulo (gr.I), em 2.000 metros na pista de grama (pesada), para produtos de 3 anos, na segunda prova da tríplice coroa, neste sábado (7), em Cidade Jardim.

Valente Duque (Pioneering) acelerou após a largada, assumindo a primeira posição. Gibraltar Point (Rock of Gibraltar), candidato à tríplice coroa, acionava em segundo. Cash do Jaguarete aguardava em terceiro. Fortune Danz (Soldier of Fortune) e Sammy (First American) completavam o lote dos cinco primeiros.

Na curva, Antônio Mesquita deu rédeas a Cash do Jaguarete. Nisso, o castanho aproximou-se, em definitivo, de Valete Duque e Gibraltar Point. Este dominou a competição na abordagem da reta final. Não demorou, todavia, para ganhar a incômoda companhia de Cash do Jaguarete.

Passando sem dificuldades por Gibraltar Point na altura dos últimos 400 metros, Cash do Jaguarete presenteou os turfistas que acompanhavam o páreo, com uma apresentação de luxo. Livrando vantagem cada vez maior na primeira posição, Cash do Jaguarete derrotou Fortune Danz por 6 corpos e 3/4. Galope Americano (por Silent Times, 10 e 1/2) ficou com o terceiro posto. No complemento do placar remunerado, Rasgado de Birigui (por Soldier of Fortune, 10 e 3/4) e Gibraltar Point (13 e 1/4).

Depois, Sammy, Tupã Ceretã, Lost In The World, Link Olímpico, Lo Felipe e Valente Duque.

Enviado à raia em ótimo estado por Mário André, Cash do Jaguarete conquistou a quarta vitória em 5 corridas. Depois de vencer, no Rio de Janeiro, o GP João Adhemar de Almeida Prado - Taça de Prata (gr.I), Cash do Jaguarete, em razão de uma negociação que por pouco não resultou em sua exportação, ficou de fora do GP Ipiranga (gr.I). 

Tempo de 2:00.82.

 

Mais notícias

Royal Ascot: Big Orange e Caravaggio ingressam no rol de vencedores

Maior festival britânico viveu importantes momentos nos dois últimos dias.

Ler na íntegra

Jorge Ricardo sofre queda e dá susto no Hipódromo de La Plata

Flagrante da queda de Jorge Ricardo Imagem: Todo Galope Durante o Prêmio ESPECIAL RIBEREÑO, nono páreo disputado no início da noite  desta quinta, 05 de outubro, no Hipódromo de La Plata na Argentina, o jóquei Jorge Ricardo, que conduzia o animal BARBERA D’ASTI, sofreu uma queda logo após a largada, quando sua conduzida tropeçou, jogando o piloto ao solo. Assim... [continua ]

Ler na íntegra

Nota de falecimento: Bertrand J. Kauffmann

O Jockey Club Brasileiro com muito pesar informa o falecimento do hipólogo Bertrand J. Kauffmann, ocorrido ontem em Teresópolis, onde morava há muito anos.

Ler na íntegra