Banner Haras Regina Topo
02 Jan 2018 | 23:23:54

Criação: pela nona vez, Galileo alcança o número 1 entre os reprodutores europeus

Sem surpresas, reprodutor da Coolmore encerrou 2017 na liderança em meio aos reprodutores radicados na Europa.

Produtos de Galileo (foto) conquistaram mais de £ 15,1 milhões em prêmios

Imagem: Racing Post

Com o encerramento da temporada 2017, o fenomenal Galileo (Sadler’s Wells) conquistou novo feito para a extensa coleção. O garanhão – de utilização privada – da Coolmore figurou, pela nona vez, como o reprodutor número 1 da Europa. Predomínio reforçado, ainda, pela vantagem, cada vez maior, detida em relação ao segundo nome da lista: Dubawi.

De acordo com publicação de Emma Berry, na edição digital do último dia 30 de dezembro, do Thoroughbred Daily News, 113 produtos de Galileo venceram em 2017, dentre os quais 47 ganhadores de listed e/ou provas graduadas. Ao todo, esses animais conquistaram mais de £ 15,1 milhões em prêmios. O responsável pela maior soma individual: Ulysses, vencedor do Coral Eclipse Stakes (gr.I) e do Juddmonte International (gr.I), que figurou como um dos 12 ganhadores de G1 revelados por Galileo na temporada.

Dubawi (Dubai Millenium) segue na escolta – ainda que distante – de Galileo. Principal nome dentre os garanhões da Darley Europe, Dubawi contou com 30 vencedores de listed e/ou provas graduadas, dentre os quais 8 ganhadores de G1 em 2017.

Sexto reprodutor da Europa, em 2016, o irlandês Dark Angel (Acclamation) desta feita aparece na terceira colocação. Com os mesmos 126 ganhadores individuais, inclusive, que Dubawi. Em relação a este, porém, produziu a metade de black type winners (15) e sua prole gerou pouco mais de £ 5,3 milhões em prêmios, contra £ 6,9 milhões dos produtos de Dubawi.

Consideravelmente impulsionado pelos feitos de Enable, Nathaniel (Galileo) surge na quarta posição do ranking. Pertencente à primeira geração de Nathaniel, Enable faturou, sozinha, nada menos que £ 3,8 milhões em prêmios, no ano de 2017.  Sea The Stars (Cape Cross), irmão materno de Galileo, foi o quinto e Frankel, filho de Galileo, o sexto.

Na classificação dos avôs maternos, Sadler’s Wells, desaparecido em 2011, liderou com mais de £ 8,7 milhões obtidos por seus netos e netas. Dentre os garanhões ainda ativos, porém, o posto de número 1, nesse quesito, ficou com Pivotal (Polar Falcon), que com £ 6,8 milhões superou os £ 6,2 milhões dos netos e netas de Galileo.

Mais notícias

Criação: nasce o primeiro filho de Treve

Uma das melhores éguas da história do turfe francês, Treve deu a luz, na última semana, ao seu primeiro produto. De acordo com publicação de Ollie O'Donoghue, no Racing Post, a corredora - de criação de Haras du Quesnay e propriedade do Sheikh Hamad Bin Khalifa Al-Thani - pariu um macho filho de Dubawi (Dubai Millenium) no Haras de Bouquetot... [continua ]

Ler na íntegra

Leilão da Criação Nacional ABCPCC: ordem de entrada.

Produtos de mães com nomes iniciados pela letra “A” iniciarão primeira noite de vendas. Na segunda noite, pela letra “O”.

Ler na íntegra

IFHA divulga relação dos cinco laboratórios referenciais do turfe internacional

Além da criação do Comitê Designador de Laboratórios Referenciais, entidade abriu processo de credenciamento para laboratórios interessados na obtenção da certificação.

Ler na íntegra