Banner Haras Regina Topo
12 Mar 2018 | 00:26:30

Gargalo’s Hill’s, o melhor na PE João Vieira

Defensor do Stud Az de Copas vingou na principal prova do dia, na Gávea.

Gargalo's Hill's prevaleceu na prova especial.

Imagem: Gérson Martins

Atração da reunião realizada neste domingo (11), no Jockey Club Brasileiro, a Prova Especial João Vieira, em 1.500m na pista de grama (pesada, com 6m de cerca móvel), revelou a vitória de Gargalo’s Hill’s, 3 anos, filho de Dubai Dust e Paris Commune (Unbridled’s Song), de criação do Haras São José do Bom Retiro e propriedade do Stud Az de Copas.

Enquanto Tiro Ao Alvo (Roderic O’Connor) ditava o ritmo do páreo, Luan da Silva Machado continha o ímpeto de Gargalo’s Hill’s, o terceiro – correndo Un Pingo (Redattore) entre os dois. Under Fire (Pounced) era o quarto, ficando a disputa do quinto a cargo de Lightmaker (First American) e do favorito Guaruman (Siphon).

Na reta de chegada, Gargalo’s Hill’s restou lançado pela baliza três, avançando com sucesso sobre Tiro Ao Alvo e Un Pingo. Guaruman chegou a ameaçar o êxito de Gargalo’s Hill’s nos últimos 200 metros, mas no final prevaleceu o cara branca com 1 corpo e ¼ de vantagem. Guaruman formou a dupla. Empavado (por Redattore, 2 e ½) ficou com o terceiro posto, deixando Lightmaker (3) e Un Pingo (5) no complemento do placar remunerado.

Depois, Tiro Ao Alvo, Devil Cat e Under Fire.

Treinado por Dulcino Guignoni, Gargalo’s Hill’s conquistou a quinta vitória em 14 corridas. Ganhador do GP Gervásio Seabra (gr.II), percorreu a distância na marca de 1:30.61.

Mais notícias

Aristrocrática vence a Prova Especial Antonio Luiz Ferraz

Potranca de Alberto Juarez Tiellet Miorim demonstrou qualidades.

Ler na íntegra

Leilão da Criação Nacional: sorteio da ordem de entrada

Produtos de mães com nomes iniciados pelas letras "J" (1ª noite) e "M" (2ª noite) adentrarão por primeiro no tattersall do Jockey Club Brasileiro

Ler na íntegra

Anuário do Turfe Brasileiro 2017

Publicação contendo os principais páreos disputados no Brasil, em 2017, está no ar na sessão “Normativas”.

Ler na íntegra