Banner Jesuíno Arruda
12 Mar 2017 | 17:55:29

King David surpreende e levanta o GP Francisco Eduardo de Paula Machado (gr.I)

Defensor do Haras Nacional ainda não havia vencido em pista de grama

King David supera Edotto por um pescoço

Imagem: Gérson Martins

Segundo embate da tríplice coroa, o Grande Prêmio Francisco Eduardo de Paula Machado (gr.I), em 2.000m na pista de grama, para produtos de 3 e mais anos, foi disputado nesse domingo (12), na Gávea. Surpreendeu - com rateio superior a 100 por 1 - King David, filho de Drosselmeyer e Nocciola (American Gipsy), de criação e propriedade do Haras Nacional.

Sempre ligeiro, Vico (Roderic O'Connor) mandou-se para a dianteira na partida. King David, vindo do extremo externo do partidor, era o segundo, acionando o favorito Edotto (Wild Event) em terceiro. Kaiser Toya (T. H. Approval) era o quarto e D'Artagnan (Out of Control) o quinto. 

Na reta oposta, Vico seguia mandando e desmandando no páreo, com cerca de 4 corpos de vantagem sobre King David - que na cabeceira da curva começou a receber a carga de Edotto, na disputa do segundo posto. Mantendo seu forte ritmo durante a curva, Vico ingressou "embalado" na reta final, ainda bastante adiantado em relação a King David e Edotto. 

E mesmo bancando um forte train, Vico custava a entregar os pontos face os ataques de King David e Edotto. Faltando 300 metros para o disco, porém, Vico começou, então, a pagar pelo ímpeto de sua corrida, enquanto que King David e Edotto cresciam, emparelhados, por fora do ponteiro. Daqueles que vinham de trás, era New In Town (Fluke) quem acusava a melhor ação.

Com Vico ficando para trás nos 200 finais, King David e Edotto passaram a disputar a primeira colocação, num emocionante "pega". E em que pese Edotto dar grande impressão, Edson Ferreira Filho se desdobrava no dorso de King David, conseguindo arrancar do alazão suas últimas energias. 

Na linha de sentença, King David ainda trazia pescoço de vantagem sobre Edotto, que teve de se contentar com a formação da dupla após dar grande "fila" durante toda a reta. Vico, de atuação chamativa, foi o terceiro a 1 corpo, finalizando New In Town (1 e 1/2) e Escalibur (por Adriano, a 1 corpo e 3/4) no complemento do placar. 

Depois chegaram English Major, Guaruman, Emperor Roderic, Purebred, Devil Cat, Voador Magee, Don Juan, Kaiser Toya, Em Cima do Laço e D'Artagnan. Lesionado, Impeachment não foi apresentado.

Inscrição vitoriosa de Venâncio Nahid, King David obteve a sua terceira vitória em 8 apresentações. Até então tendo vencido somente em pista de areia - sobre a qual conquistara, em 2016, o Grande Prêmio Frederico Lundgren -, King David assinalou 1:59.27 para a distância.

Mais notícias

Em forma invejável, Kinha vence a PE Renato Junqueira Netto

Disputada nesse sábado (25), no Jockey Club de São Paulo, a Prova Especial Renato Junqueira Netto, em 1.600m na areia, para éguas de 3 e mais anos, teve Kinha, 3 anos, filha de Quick Road e Caribean Queen (Romarin), de criação da Beverly Hills Stud e de propriedade do Stud Gentil, a ganhadora.

Ler na íntegra

Key Master supera Samurai em Porto Alegre

Filho do nacional Molengão foi o melhor no Clássico Presidente Indemburgo de Lima e Silva

Ler na íntegra

Arrogate é condecorado como o melhor PSI do mundo; Breeders' Cup Classica é a melhor corrida

No último domingo (23), em Londres, foi realizada a cerimônia dos Longines World’s Best Racehorse e Longines World’s Best Horse Race, premiações coordenadas pela Federação Internacional de Autoridades Hípicas (IFHA) e patrocinadas pela Longines, que condecoram, respectivamente, os melhores animais e corrida do turfe internacional. E na temporada 2016, foram Arrogate e a Breeders' Cup Classic os nomes em voga... [continua ]

Ler na íntegra