Banner Haras Regina Topo
06 Fev 2018 | 17:48:19

Puerto Escondido vence outro G1. No dia seguinte, lesão antiga volta a se manifestar.

Melhor cavalo do turfe argentino, na atualidade, conquistou o GP Miguel Alfredo Martinez de Hoz (gr.I) pela segunda vez. Também pela segunda vez, lesão no tendão voltou a acometer o castanho.

Depois de vencer G1 pela segunda vez, Puerto Escondido deverá ficar afastado das competições até o segundo semestre

Imagem: Juan Ignacio Bozzello

No último sábado (3), em San Isidro, na Argentina, produtos de 3 e mais anos disputaram o Gran Premio Miguel Alfredo Martinez de Hoz (gr.I). A exemplo do ocorrido em 2017, vitória de Puerto Escondido que, contudo, voltou a sentir lesão no tendão – manifestada, pela primeira vez, justamente, quando da sua primeira vitória neste páreo, no ano passado.

Enquanto Giant’s Steps (Giant’s Causeway) ditava o ritmo do páreo, na dianteira, Puerto Escondido vigiava as movimentações, na segunda colocação. Ganhando rédeas de Osvaldo Aderete na cabeceira da reta de chegada, Puerto Escondido tomou de golpe a primeira colocação.

Tal qual visto no GP Carlos Pellegrini (gr.I), Puerto Escondido, nos últimos 400 metros, disparou à frente dos adversários. O tordilho Stivers (Lasting Approval), com Jorge Ricardo, formou a dupla a cerca de 5 corpos. The Great Day (Harlan’s Holiday) finalizou em terceiro. Tempo de 1:58.46 para os 2.000m na pista de grama.

Nesta segunda-feira (5), o website Turf Diario publicou matéria dando conta de que, Puerto Escondido apresentou-se sentido do anterior esquerdo, no dia seguinte à corrida. Examinado pelos veterinários, Puerto Escondido manifestou lesão em seu tendão – em contratempo idêntico àquele sofrido pelo corredor, há 1 ano. A informação foi confirmada, segundo a publicação, pelo treinador Pablo Sahagían – que antecipou estimativa de 5 meses para afastado das pistas, para total recuperação.

Até aqui, Puerto Escondido (4 anos, filho de Hurricane Cat e Surf Point, por Louis Quatorze) soma 6 vitórias em 14 saídas. Trata-se de um crioulo do Haras El Malín que pertence à Caballeriza Facundito.

Mais notícias

First Amour vence e convence em teste para o GP Paraná

Em data de preparatórias, no Tarumã, High Chris, Alphorn e Dalheconquistadora também brilharam.

Ler na íntegra

Euquemando manda e desmanda no GP São Paulo Black Opal 2018

Defensor do Haras Chello surpreendeu os mais visados na prova máxima do turfe paulista.

Ler na íntegra

Rivais nas pistas e concorrentes na reprodução, Candy Ride e Medaglia d’Oro têm coberturas valorizadas

Preços dos serviços da dupla radicada no Kentucky aumentou em para 2018.

Ler na íntegra