Banner Haras Regina Topo
07 Nov 2018 | 14:14:05

Uruguai: First Thing rende mais um Derby à criação brasileira

Crioulo do Stud TNT emplacou atropelada irresistível no Gran Premio Nacional (URU-gr.I). Great Spirit (3º) e Thalasso (5º) foram os outros dois brasileiros a subir no marcador.

First Thing brilhou em Maroñas.

Imagem: Marcel Bonjour

No último sábado (4), em Maroñas, produtos de 3 anos disputaram o Gran Premio Nacional (URU-gr.I), versão local do derby, que encerrou, na distância dos 2.400 metros (areia), a tríplice coroa uruguaia. Depois de Fin Del Mundo (2012) e Gandhi Di Job (2016), foi a vez de First Thing, filho de First American e Sweetest Thing (Candy Stripes), de criação do Stud TNT e propriedade do Stud La Orden, render novo troféu do páreo à criação brasileira.

Farruco Law (Southern Lawyer) e Duro de Matar (Salto) saíram sob forte ritmo, assinalando parciais de 23.01 e 48.55. Enquanto isso, Pablo Rodriguez mantinha First Thing nos últimos postos, afastado de qualquer briga.

Na reta de chegada, mesmo sofrendo prejuízo quando faltavam 500 metros para o disco, First Thing recuperou-se a tempo de emplacar uma vibrante – e bem sucedida – atropelada. Nos lances decisivos, alcançou Negrone (Ioya Bigtime), que trazia a corrida, praticamente, liquidada. O brasileiro sacou ¼ de corpo sobre o potro que vinha de derrotá-lo no Clásico Carlos Reyles, no qual formaram ponta e dupla em ordem inversa.

Great Spirit (Drosselmeyer), que havia vencido e sido desclassificado – por medicação – na Polla de Potrillos (URU-gr.I), voltou a render com agrado, figurando como o segundo brasileiro criado pelo Stud TNT a entrar no marcador, no terceiro posto. Thalasso, um Shanghai Bobby criado pela Fazenda Mondesir, em Bagé, foi o quinto.

Candidato à tríplice coroa, Aero Trem (por Shanghai Bobby, do Haras Old Friends), rendeu aquém das expectativas na milha e meia, finalizando em nono.

Treinado por Pablo Gonzáles, First Thing conquistou a terceira vitória em 17 saídas. Tempo de 2:39.84.

Mais notícias

Entre os fundistas, melhor para Linda Lê

Tordilha do Haras Phillipson conquistou o Clássico Presidente João Sampaio (L).

Ler na íntegra

RS: na abertura das tríplices coroas juvenis, melhor para Nadador Lô e Perfect Bullet

Produtos da geração 2014 estiveram em evidência na pista do Cristal

Ler na íntegra

Gun Runner confirma favoritismo na Pegasus World Cup: despedida de campeão

Alazão que tem, como um de seus proprietários, o brasileiro Gonçalo Torrealba, colocou um ponto final na excelente campanha ao vencer a Pegasus World Cup (gr.I), em Gulfstream Park.

Ler na íntegra