19 set 2021 | 21:14:40

Cherry Dollar conquista batismo clássico na 1000ª vitória de Léo Reis

Filha do nacional Billion Dollar, pertencente ao Haras Alves Teixeira, brilhou no GP Adhemar e Roberto Gabizo de Faria (G3), rendendo ao treinador Leonardo José Reis sua vitória de número 1000.


Cherry Dollar segue invicta na Gávea

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Neste domingo (19), no Jockey Club Brasileiro, produtos de 3 e mais anos disputaram o Grande Prêmio Adhemar e Roberto Gabizo de Faria (G3), em 1.000m na pista de grama (pesada, com 3m de cerca móvel). Venceu, de ponta a ponta, Cherry Dollar, 3 anos, filha do nacional Billion Dollar e Xuxa Blade (Blade Prospector), de criação e propriedade do Haras Alves Teixeira, que, no ato, tornou-se a 1000ª vitória do treinador Leonardo José Reis.

Com José Aparecido “up”, Cherry Dollar saiu feito um foguete, dos boxes. Nantucket aparecia chacoalhado pelo jóquei para tentar não permitir que Cherry Dollar abrisse grande vantagem, no primeiro posto. Malvado Favorito e Overath brigavam pelo terceiro.

Na reta final, o panorama da corrida não se modificou: permaneceu a perseguição de Nantucket a Cherry Dollar. Esta, exigida na canhota de Aparecido, contudo, neutralizou, com notável segurança, as investidas do oponente. Em vitória firme e que colocou em relevo os dotes de velocista acima da média da futurosa potranca, Cherry Dollar bateu Nantucket por 1 corpo e ½. Lomar foi o terceiro. Malvado Favorito e I Believe That completaram o marcador.

Depois, Overath e Henry Fonda.

Atual campeão da estatística de treinadores, Leonardo José Reis, que atravessa momento estupendo e celebrou o êxito de número 1.000, na ocasião, enviou Cherry Dollar à raia para que a corredora obtivesse sua 2ª vitória (a 1ª clássica) em 2 corridas, na Gávea.

Tempo de 55.29.

Mais notícias

Resolução da CC do Jockey Club Brasileiro: Liberação do Trânsito de Animais

Bloqueio de trânsito para animais com destino ao Jockey Club Brasileiro e centros de treinamento da região serrana foi encerrado nesta quarta-feira (3).

O fim da furosemida na Breeders' Cup: experiência sem traumas

Pela primeira vez na história, o maior festival turfístico norte-americano foi realizado sem que houvesse autorização para utilização de furosemida. Confira a matéria de Bill Finley, no Thoroughbred Daily News.

London Moon: demonstração de luxo na seletiva "B"

Potro do Haras Anderson venceu com ampla facilidade.