30 maio 2020 | 14:40:31

Com direito a recorde da prova, Fast Jet Court vence o GP João Cecílio Ferraz (G1)

Potranca do Haras Cima firma-se como líder da nova geração, em São Paulo.

Fast Jet Court (por fora) atropelou para vencer seu primeiro G1.

Imagem: Porfírio Menezes/www.ofavoritoturfe.com.br

Neste sábado (30), em Cidade Jardim, potrancas de 2 anos disputaram o Grande Prêmio João Cecílio Ferraz (G1), em 1.500m na pista de grama (leve). Firmando-se, em definitivo, como a líder da nova geração feminina, em São Paulo, Fast Jet Court, filha de Courtier e Trefiori (Flatter), de criação e propriedade do Haras Cima, voltou a brilhar.

No pulo de partida, Flory do Jaguarete largou escapada, assumindo a dianteira. Já In Society sobrou, em má partida, para último. Got Court corria em segundo e Tatuada Soy (ARG) acionava em terceiro. Lady Guigui e Che Bella Martini acionavam nas posições subsequentes, com Fast Jourt correndo à frente, somente, de In Society.

Got Court e In Society giraram, em francos avanços, sobre Flory do Jaguarete, na abordagem da reta final. A ponteira, porém, resistiu, até os 250 finais, na posição de destaque. Nessa altura, Got Court tomou conta da carreira, com Tatuada Soy renunciando à briga. Não demorou, porém, para surgir, em forte arremate, Fast Jet Court.

Sob a condução de Valmir Rocha, Fast Jet Court ultrapassou, uma a uma, de suas adversárias. Alcançou o disco ¼ de corpo à frente de In Society, que numa excelente corrida de recuperação, atropelou duro, rente à cerca interna, para ficar com o segundo posto. Got Court, ligeiramente atrasada em relação à segunda colocada, ficou próxima de completar a dobrada do Haras Cima, finalizando em terceiro.

Che Bella Martini e Flory do Jaguarete deram números finais ao marcador. A seguir, Tatuada Soy e Lady Guigui.

Recebendo treinamento de Olívio Zantedeschi (conquistou seu primeiro G1), em Curitiba/PR, Fast Jet Court passa a somar 4 vitórias em 5 saídas. Ganhadora do GP Presidente José Antonio Pamplona de Andrade (G3), das Provas Especiais Onitie e Eleutério Prado, vinha de perder sua invencibilidade ao escoltar a própria Got Court, no GP Presidente Guilherme Ellis (G2).

Ao assinar 1:27.43 (finais de 23.59 e 11.79), Fast Jet Court tornou-se a nova recordista da prova, ao melhorar a marca assinalada por Tweet, no ano passado, de 1:28.42. Ficou, também, a menos de 1s do recorde de Néleo, na marca de 1:26.45.

Mais notícias

Shang Shang Shang, uma Shanghai Bobby, brilha no Royal Ascot

Filha de reprodutor com passagem pelo Brasil bateu os machos no Norfolk Stakes (gr.II), uma das atrações do terceiro dia do Royal Ascot 2018.

Ler na íntegra

Pela primeira vez, norte-americanos apostaram em corridas brasileiras

Quatorze páreos das euniões de segunda-feira (15) e terça-feira (16), na Gávea, foram transmitidas pelo sistema de Gulfstream Park, resultando movimento de US$ 205 mil.

Ler na íntegra

Salto Olímpico vence em Hong Kong

Brasileiro, criado pelo Haras São José da Serra, obteve primeira vitória no turfe oriental nesta quarta-feira (4).

Ler na íntegra