27 maio 2019 | 12:58:18

Cristal: Hedi fica a um passo da tríplice coroa juvenil. Embalada Flecha surpreende entre as fêmeas.

Nova geração foi destaque na última sexta-feira.

Hedi: a uma vitória da tríplice coroa juvenil.

Imagem: Transmissão JCRS

Na última sexta-feira (24), em Porto Alegre, ganharam sequência as tríplices coroas juvenis. E no caso dos machos, Hedi passa a flertar, cada vez mais, com o título almejado.

Filho do nacional (e precocemente desparecido) Chá Inglês e Roupa Velha (First American), de criação do Haras Guamiranga e propriedade de Ricardo Corrêa, Hedi venceu o Clássico Antônio Arioli, em 1.308m na pista de areia, para produtos de 2 anos. Ele, que havia vencido o Clássico Paulo Rosa Wairich, fica a uma vitória – na Taça de Cristal (L) – de se tornar tríplice coroado juvenil.

Conduzido por L. Costa, Hedi largou da baliza 9, por fora de todos seus adversários. Ainda assim, participou ativamente da prova desde a largada, ingressando na reta final já com a primeira posição sob seu domínio. Na hora da verdade, aparou, com sucesso, as investidas de Type Strypes (Molengão), a quem derrotou por 1 corpo e ¾. Em terceiro, Principe Vi (Agnes Gold). Archevêché (Glória de Campeão) e Accross (Crafty C. T.) completaram o marcador.

Treinado por H. P. Machado, Hedi passa a contar com 3 vitórias em 6 saídas. Tempo de 1:27.20.

Já na prova reservada às fêmeas de 2 anos, Embalada Flecha, filha de Salto e Flecha do Morumbi (Fast Gold), de criação do Haras J.G. e propriedade do Stud Sol de Agosto, abandonou o perdedor diretamente no Clássico João Matas Soles, em 1.380m na areia, 2ª prova da tríplice coroa juvenil de potrancas.

Ainda que com alguma dificuldade para acompanhar o ritmo das ponteiras, na primeira metade da competição, Embalada Flecha – após um ótimo giro de curva de Lucas Conceição – ganhou precioso terreno no ingresso à reta final, já aparecendo na pegada das líderes. Depois de muito carregar sobre Ptquepresta (Ptvalentine), dominou a prova nos 150 finais, aparando, ainda, a carga de Etê Kaluanã (Adriano). Esta formou a dupla a 1 corpo e ¼. Ptquepresta foi a terceira. Hall Is Well (Put It Back) finalizou em quarto e Nova Moleca (Agnes Gold), que figurava como candidata à tríplice coroa, completou o marcador.

Recebendo treinamento de Manoel Duarte, Embalada Flecha obteve a primeira vitória em 3 saídas. Relógios parados no tempo de 1:29.30.

 

Mais notícias

EUA: Galope Americano finaliza na quinta colocação em allowance

Brasileiro produziu sua estreia, em Belmont Park, nesta sexta-feira.

Ler na íntegra

Sangue não é água: filho de Zarkava venceu G1 na França

Defensor de Aga Khan conquistou o Grand Prix de Saint-Cloud (gr.I).

Ler na íntegra

Alegria Total larga e acaba no Clássico Presidente Luiz Alves de Almeida (L)

Em excelente estado, corredora de Telmo Nunes Estrella/Marcos S. De Marco conquistou batismo clássico.

Ler na íntegra