Banner Haras Regina Topo
06 nov 2018 | 20:24:23

Cross Counter leva a melhor na Melbourne Cup (gr.I)

Filho de Teofilo rendeu o primeiro troféu, da prestigiosa prova de fundo, à farda da Godolphin.

Cross Counter venceu em vibrante atropelada.

Imagem: Albert Perez/Irish Times

Diante de mais de 83 mil pessoas, produtos de 3 e mais anos disputaram nesta segunda-feira (6), em Flemington, a versão 2018 da Melbourne Cup (gr.I). Mais tradicional disputa do turfe australiano, reuniu 24 competidores que mediram forças ao longo de 3.200 metros na pista de grama. Vitória de Cross Counter, que rendeu à Godolphin (sua criadora e proprietária) o primeiro troféu do páreo.

Na primeira passagem do lote pelo disco, Cross Counter era, categoricamente, o último colocado. Abordada a reta final, além de distante dos primeiros colocados, Cross Counter viu formar-se à sua frente um paredão de competidores. Isso obrigou o jóquei Kerrin McEvoy a lançar Cross Counter além do meio de raia.

Numa longa atropelada, Cross Counter ultrapassou um a um de seus adversários, até suplantar, nos 50 finais, Marmelo (Duke of Marmalade). Este formou a dupla a 1 corpo, finalizando A Prince of Arran, um Shirocco, na terceira colocação. O ganhador clássico na França, FInche (Frankel), foi o quarto e Rostropovich (Frankel) o quinto.

Radicado na Grã-Bretanha, o treinador Charlie Appleby, que havia vencido, na véspera, a Breeders’ Cup Juvenile Turf (gr.I), com Line of Duty, atravessou o oceano para conquistar sua segunda vitória internacional em apenas 48 horas.

Vencedor, na Grã-Brenha, em Gordon Stakes (gr.II), Cross Counter (um britânico de 3 anos, filho de Teofilo e Waitress, por Kingmambo) conquistou a quinta vitória em 8 saídas. Tempo de 3:21.17.

Mais notícias

Argona, Icelandic e Olympic Google seguem para Oman

Animais brasileiros cumprirão campanha entre o novo país, Qatar e Dubai.

Ler na íntegra

Deep End é confirmado no GP São Paulo 2017

Filho de Wild Event será conduzido por Francisco Leandro

Ler na íntegra

Domingo é dia de celebrar Sandpit, o alazão que desbravou a América

Primeiro PSI brasileiro a vencer prova de G1 nos Estados Unidos, alazão do Haras São José da Serra emprestará seu nome ao melhor páreo do fim de semana, na Gávea.

Ler na íntegra