16 ago 2019 | 14:17:44

De olho em “tri” histórico, Enable retorna na próxima quinta-feira

Principal estrela do turfe mundial, defensora da Juddmonte alinhará no Yorkshire Oaks (gr.I), em seu último preparativo antes de buscar uma inédita terceira vitória no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I).

Enable a postos para novo desafio.

Imagem: Edward Whitaker/Racing Post

Na próxima quinta-feira (22), em York, na Grã-Bretanha, éguas de 3 e mais anos disputarão o Yorkshire Oaks (gr.I). Entre elas estará a estrela mor do turfe mundial, Enable, que busca sua melhor forma para tentar um inédito tricampeonato no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I) do próximo mês de outubro.

Treinada por John Gosden, a filha de Nathaniel e Concentric (Sadler’s Wells) acumula, aos 5 anos, retrospecto composto por 13 atuações, das quais 12 resultaram em vitória (perdeu apenas na sua estreia). O próprio Yorkshire Oaks consta no rol de êxitos de Enable, que venceu a prova, quando potranca, em 2016.

No caminho de Enable, na semana que vem, haverá uma oponente bastante conhecida. Segunda colocada para a corredora da Juddmonte Farms, tanto na Breeders’ Cup Turf (gr.I) do ano passado quanto no Eclipse Stakes (gr.I) de 2019, Magical tentará, mais uma vez, a ingrata missão de suplantar sua brilhante algoz.

Após competir no Yorkshire Oaks, o caminho natural de Enable, conforme antecipado, aponta para o “Arco”, em Paris, no dia 5 de outubro. Disputada desde o ano de 1920, a maior prova do turfe francês conta já contou com um mesmo animal, vencendo duas edições do páreo, por 8 vezes. Vencedora em 2016 e 2017, Enable é candidata, desde logo, a se tornar a primeira, na história, a vencê-lo por 3 vezes.

Mais notícias

Kiss Me Now estreia amanhã nos Estados Unidos

Brasileira do Haras Phillipson encarará o CTT & TOC Handicap, em Del Mar.

Ler na íntegra

Bobby Secret abre o festival em Cidade Jardim

Filho de Shanghai Bobby, pertencente a Jamil Name, confirmou favoritismo na Prova Especial Nageur.

Ler na íntegra

ABCPCC entrevista: Carlos Alberto Machline (parte 1)

Das provas de cancha reta aos páreos de fundo. Do Oiapoque ao Chuí. Fato é que o Haras Rosa do Sul tornou-se sinônimo de versatilidade e vitórias, quando dos mais pujantes e concorridos tempos do turfe brasileiro. Por trás de todo o sucesso, o arrojo de Matias Machline, seu fundador, proprietário e turfista emblemático. Não à toa, desde 1994 Matias... [continua ]

Ler na íntegra