31 mar 2018 | 15:27:23

De ponta a ponta, Thunder Snow vence a Dubai World Cup (gr.I)

Em dia perfeito para a Godolphin, filho do australiano Helmet rendeu sétimo troféu à poderosa farda azul.


Thunder Snow venceu aos esbarros

Imagem: Eclipse Sportswire/Horse Racing Nation

Com US$ 10 milhões de dotação, a versão 2018 da Dubai World Cup (gr.I), em 2.000m na raia de areia, para produtos de 3 e mais anos, teve sua disputa neste sábado (31), em Meydan. Vitória, de ponta a ponta, para o irlandês Thunder Snow, 4 anos, filho de Helmet e Eastern Joy (Dubai Destination), de criação da Darley e propriedade da Godolphin.

Largando por fora de todos os oponentes, Thunder Snow assumiu a dianteira após a partida. O favorito West Coast (Flatter) corria em segundo, com Pavel (Creative Cause) acionando em terceiro. Mubtaahij (Dubawi) aparecia na quarta colocação, correndo Talismanic (Medaglia d’Oro) em quinto.

No tiro direto, Thunder Snow despachou seus oponentes, sem qualquer dificuldade. Numa vitória autoritária, superou West Coast por 5 corpos e ¾. Quarto colocado no ano passado, Mubtaahij finalizou em terceiro. Pavel ficou com o quarto posto. A fêmea Forever Unbridled (Unbridled’s Song) completou o marcador.

Enquanto Soumillon venceu o páreo pela primeira vez, o treinador Saeed bin Suroor isolou-se como recordista de vitórias, na sua classe, ao conquistar o oitavo troféu. A Godolphin, por sua vez, obteve a sétima vitória. Em 18 saídas, Thunder Snow alcançou 7 primeiros lugares, incluindo o Criterium International (gr.I) e o Prix Jean Prat (gr.I).

O brilho da Godolphin no festival, porém, não se limitou à prova principal. Hawkbill (Kitten’s Joy e Trensa, por Giant’s Causeway), sob condução de William Buick e treinamento de Charlie Appleby, venceu a Dubai Sheema Classic (gr.I, em 2.400m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com bolsa de US$ 6 milhões). Com Benbatl (Dubawi e Nahrai, por Selkirk), veio a vitória na Dubai Turf (gr.I, em 1.800m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com bolsa de US$ 6 milhões), recebendo condução de Osis Murphy e treinamento de Saeed bin Suroor. E Jungle Cat (Ifraaj e Mike’s Wildcat por Forest Wildcat), redeado por James Doyle e treinado por Charlie Appleby, venceu a Al Quoz Sprint (gr.I, em 1.200m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 1 milhão de bolsa).

Repetindo o feito de Caller One, entre os anos 2001 e 2002, o norte-americano Mind Your Biscuits, filho de Posse e Jazzmane (Toccet), venceu, pelo segundo ano seguido, a Dubai Golden Shaheen (gr.I), em 1.200m na areia, com dotação de US$ 2 milhões. Treinamento de Chad Summers e condução de Joel Rosario. Já o francês Vazirabad, filho do nosso conhecido Manduro e Visorama (Linamix) conquistou, pela terceira vez, a Dubai Gold Cup (gr.II), em 3.200m na grama, com bolsa de US$ 1 milhão. O fundista de Aga Khan foi conduzido por Christophe Soumillon e recebe o treinamento de Alain de Royer-Dupré.

Se a Godolphin fez barba, cabelo e bigode, a Coolmore não passou em branco no festival. Mendelsosohn, filho de Scat Daddy e Leslie’s Lady (Tricky Creek), criado nos Estados Unidos pela Clarkland Farm, venceu o UAE Derby (gr.II), em 1.900m na areia, para produtos de 3 anos, com US$ 2 milhões de dotação. Treinado na Irlanda por Aidan O’Brien, teve Ryan Moore em seu dorso.

Tudo começou, porém, no primeiro páreo, com a Godolphin Mile (gr.II), em 1.600m na areia, com dotação de US$ 1 milhão. Vitória do britânico Heavy Metal, filho de Exceed and Excel e Rock Opera (Lecture), que contou com condução de Ryan Moore e é treinado por Sandeep Jadhav.

Mais notícias

Added: primeiras provas das tríplices coroas do Rio de Janeiro - Araras Blood & Power

Meeting que dará início às tríplices coroas do Rio de Janeiro será realizado no dia 4 de fevereiro, na Gávea.

Gato Arisco vence a Prova Especial Rafael de Barros Filho

Favorito dos apostadores, confirmou a boa estreia para os interesses do Stud Castellabate.

Takashi resiste a Set Ly na Prova Especial Profissionais do Turfe

Em demonstração de valentia, potro do Stud Força 3 manteve-se invicto.