06 out 2018 | 12:43:44

Eleito levanta o GP Ministro da Agricultura – MBP – Top X (gr.III)

Fundista do Stud Mestre conquistou êxito clássico na milha e meia.

Eleito venceu, praticamente, de ponta a ponta.

Imagem: Marília Lemos

Destinado a produtos de 3 e mais anos, o Grande Prêmio Ministro da Agricultura – MBP – Top X (gr.III), em 2.400m na grama (macia), foi disputado neste sábado (6), em Cidade Jardim. Venceu Eleito, 6 anos, filho de Crimson Tide e Joliesse (Know Heights), de criação do Stud Rio Dois Irmãos e propriedade do Stud Mestre.

Ainda que Lô Felipe (T. H. Approval) tenha sido o primeiro a aparecer, após a partida, Eleito dominou o oponente logo no giro da primeira curva. Com Everton Pereira “up”, Eleito passou a imprimir ritmo moroso à prova, acionando Fellini (Mr. Nedawi) em segundo e Lô Felipe em terceiro. Looking Ahead (Setembro Chove) era o quarto e Rasgado de Birigui (Soldier of Fortune) o quinto. Encerrava a fila, Euquemando (Public Purse).

No tiro direto, quando seus oponentes resolveram avançar sobre Eleito, este ainda se encontrava inteiro. Recebendo a partida do jóquei, na altura dos últimos 350 metros, o castanho não encontrou dificuldades para derrotar Looking Ahead por 1 corpo e ¾. Euquemando (2 e ¼) cujo jóquei reclamou – sem sucesso – prejuízos na disputa do segundo posto, ficou com o terceiro lugar. Lô Felipe e Rasgado de Birigui empataram, a 3 corpos e ¾, em quarto. A seguir, Fellini.

Treinado por Rodrigo Magalhães, Eleito conquistou a quinta vitória em 21 saídas. Vencedor do Clássico Escorial (L) e da Prova Especial Quiproquó, Eleito parou os relógios na marca de 2:30.38.

Mais notícias

Olympic Johnsnow brilha no GP Presidente da República (G1)

Filho de Agnes Gold rendeu mais uma taça da Milha Internacional para o Haras Regina.

Ler na íntegra

ABCPCC informa: prazo para aquisição de coberturas disponíveis encerra-se hoje (30)

Coberturas de 27 reprodutores encontram-se disponíveis.

Ler na íntegra

Ahaha mantém sequência de vitórias no Cristal

Potranca do Stud Slick conquistou o Clássico Presidente Mario Morais.

Ler na íntegra