02 set 2017 | 18:48:17

Marilyn conquista batismo clássico no Grande Prêmio Independência (gr.III)

Filha do nacional Pavillon pertence ao Stud Meyer.


Marilyn sacou 1/4 de corpo sobre Ricchiesta

Imagem: Marília Lemos

Derradeiro embate de chamada clássica deste sábado (2) no Jockey Club de São Paulo, o Grande Prêmio Independência (gr.III), em 1.000m na pista de grama, para éguas de 3 e mais anos, teve em Marilyn, filha de Pavillon e Creme-Broulet (Candy Stripes), de criação de Beverly Hills Stud e propriedade do Stud Meyer.

Cau (First American) e Holy Legal (Holy Roman Emperor) saíram do partidor em briga pela primeira colocação. Ricchiesta (Tiger Heart) aparecia em terceiro, correndo Fiorella Di Tiger (Tiger Heart). Índia do Iguassu (First American), vinda do extremo externo do partidor, rumava para o interno da pista, passando para quinto.

Terminado o prolongamento da reta de chegada, Cau e Holy Roman Emperor seguiam duelando pela ponta. Faltando 200 metros para o disco, Ricchiesta avançou sobre as ponteiras, assumindo a primeira colocação. Vinda de trás, Cléo do Jaguarete (Adriano) logo colocou em xeque o domínio de Ricchiesta.

Quando a sorte do páreo parecia resumida ao embate entre Ricchiesta e Cléo do Jaguarete, surgiu Marilyn, em forte arremate, por fora das duas. Reservada para uma partida curta por Valdir Souza, Marilyn alcançou o ápice de seu arremate nos lances decisivos da competição, derrotando Ricchiesta por ¼ de corpo. Cléo do Jaguarete (1/4) terminou em terceiro. Depois: Holy Legal (1 e ¾) e Índia do Iguassu (2 e ¾).

Vecchia Signora, My Green, Forest Tropical, Cau, Deitá, Fiorella Di Tiger e Billie Hollyday finalizaram na sequência.

Roberto Penachio responde pelo treinamento de Marilyn, agora dona de 11 vitórias em 31 corridas. Na primeira conquista clássica, Marilyn parou os relógios na marca de 55.99, com finais de 23.27 e 11.96.

Mais notícias

Quentin Blue surpreende as favoritas no Clássico Encerramento (L)

Defensora do Stud Barreiro emplacou rateio de 40 por 1.

Com novas regras do fisco, apostas realizadas no hipódromo, durante a Breeders’ Cup, crescem 21,4%

Novas regras do tesouro norte-americano sobre apostas “na pedra” coincidiram com crescimento significativo no movimento geral do festival.

Consul American: sem surpresas, primeiro ele

Velocista tenaz, defensor do Stud El Gibbor venceu a Prova Especial Verão.