22 jun 2022 | 22:10:13

Royal Ascot: resumo das provas de G1 do festival

Um dos momentos mais aguardados do turfe britânico, festival de tradição secular voltou a reunir animais e profissionais de alto nível, em importantes embates do calendário clássico local.


Invicta em 5 saídas, Inspiral foi um dos destaques do Royal Ascot ao vencer, com grande facilidade, o Coronation Stakes (G1).

Imagem: The Mirror

Na última semana, o hipódromo de Ascot, na Inglaterra, serviu de palco a mais uma edição do Royal Ascot. Promovido, pela primeira vez, em 1768, o Royal Ascot atravessa gerações recebendo o título de mais tradicional festival turfístico do mundo.

Durante o meeting, nada menos que 22 provas clássicas foram disputadas, entre listed races, páreos de G3, G2 e G1. Na mais alta graduação, 8 disputas.

Abaixo, um apanhado sobre as corridas de graduação máxima.

 

Queen Anne Stakes (G1) – 1.600m/grama – Produtos de 4 e mais anos – £ 600 mil de bolsa

Vencedor: BAAEED (GB), 4 anos, filho de Sea The Stars e Aghareed (Kingmambo) – Criação e propriedade: Shadwell – Jóquei: Jim Crowley – Treinador: William Haggas.

Agora invicto em 8 corridas, Baaeed conquistou sua 4ª vitória de graduação máxima. Para isso, bateu os ótimos Real World e Order of Australia (este o ganhador da Breeders’ Cup Mile em 2020). Replay aqui.


King’s Stand Stakes (G1) – 1.000m/grama – Produtos de 3 e mais anos – £ 500 mil de bolsa

Vencedor: NATURE STRIP (AUS), 4 anos, filho de Nicconi e Strikeline (Desert Sun) – Criação: Golden Grove Stud Farm – Propriedade: R. A. E. Lyons e outros – Jóquei: James McDonald – Treinador: Chris Waller.

Se antes do páreo falava-se num duelo entre a estrela australiana Nature Strip e o badalado norte-americano Golden Pal, fato é que aquele fez pouco caso de seus adversários – enquanto Golden Pal viu suas chances caírem por terra logo na largada. Nature Strip deu-se ao luxo de vencer por nada menos que 4 corpos e ½ - numa prova disputada no quilômetro. Replay aqui.


St. James’s Palace Stakes (G1) – 1.600m/grama – Produtos de 3 anos – £ 500 mil de bolsa

Vencedor: COROEBUS (IRE), filho de Dubawi e First Victory (Teofilo) – Criação e propriedade: Godolphin – Jóquei: William Buick – Treinador: Charlie Appleby

Herói dos 2000 Guineas (G1) de Newmarket, Coroebus recebeu condução inspirada de William Buick (fazendo tudo pela cerca interna) para prevalecer numa das chegadas mais emocionantes de todo o festival. Replay aqui.


Prince of Wales’s Stakes (G1) – 2.000m/grama – Produtos de 4 e mais anos - £ 1 milhão de bolsa

Vencedor: STATE OF REST (IRE), 4 anos, filho de Starspangledbanner e Repose (Quiet American) – Criação: Tinnakill Bloodstock Ltd. – Propriedade: State of Rest Partnership – Jóquei: Shane Crosse – Treinador: Joseph O’Brien

Um autêntico globe-trotter do turfe mundial, State of Rest obteve sua primeira vitória de graduação máxima em solo britânico. Antes, já contava com êxitos de G1 em provas disputadas entre Austrália, Estados Unidos e França. Replay aqui.


Ascot Gold Cup (G1) – 4.000m/grama – Produtos de 4 e mais anos – £ 500 mil de bolsa

Vencedor: KYPRIOS (IRE), 4 anos, filho de Galileo e Polished Gem (Danehill) – Criação: Moyglare Stud – Proprietário: Moyglare Stud Farm, Mrs John Magnier, Michael Tabor, Derrick Smith & Westerberg Ireland Ltd. – Jóquei: Ryan Moore – Treinador: Aidan O’Brien

Prova que, em outros tempos, representava o principal páreo de todo o meeting, a Gold Cup chamava atenção em 2022, sobremaneira, pela possibilidade de Stradivarius igualar as 4 vitórias de Yeats. Ocorre que o alazão (no final, 3º colocado) restou ofuscado por Kyprios, de breve porém proveitosa campanha (5 primeiros lugares em 7 corridas) e que, desta feita, levantou seu primeiro G1. Replay aqui.


Commonwealth Cup (G1) – 1.200/grama – Produtos de 3 anos – £ 500 mil de bolsa

Vencedor: PERFECT POWER (IRE), filho de Ardad e Sagely (Frozen Power) – Criação: Tally-ho Stud – Propriedade: Sheikh Rashid Dalmook Al Maktoum – Jóquei: Christophe Soumillon – Treinador: Richard Fahey

Velocista de excelente padrão (chegou a Ascot com 8 corridas e 5 primeiros lugares, incluindo o Prix Morny – G1), Perfect Power emplacou arremate estupendo nos últimos 200 metros de prova. Replay aqui.


Coronation Stakes (G1) – 1.600m/grama – Potrancas de 3 anos – £ 500 mil de bolsa

Vencedora: INSPIRAL (GB), filha de Frankel e Starscope (Selkirk) – Criação e propriedade: Cheveley Park Stud – Jóquei: Lanfranco Dettori – Treinador: John & Thady Gosden

Grande estrela do penúltimo dia do Royal Ascot, Inspiral não decepcionou. A corredora invicta (agora em 5 saídas), arrancou do fundo do lote para vencer, com ampla facilidade, o G1 das potrancas. Replay aqui.


Diamond Jubilee Stakes (G1) – 1.200m/grama – Produtos de 4 e mais anos - £ 1 milhão de bolsa

Vencedor: NAVAL CROWN (GB), 4 anos, filho de Dubawi e Come Alive (Dansili) – Criação e propriedade: Godolphin – Jóquei: James Doyle – Treinador: Charlie Appleby

Contando com vitória em prova de G2, no meeting de Dubai, no primeiro trimestre, Naval Crown prevaleceu numa chegada eletrizante, que rendeu toque especial ao derradeiro G1 do festival. Creative Force formou a dobrada da Godolphin e do treinador Charlie Appleby. Replay aqui.

Mais notícias

No Clássico Governador do Estado (L), vitória e “pule de 10” de Dark Bobby

Arenático do Stud Stabile Quintella confirmou seu favoritismo e conquistou e bisou vitória obtida, no mesmo páreo, em 2019.

Jockey Club de São Paulo reabre piscina para animais

Estrutura poderá ser aproveitada por profissionais a partir de terça-feira (8/1).

A era das apostas globais e o turfe da Ásia

por Sergio Barcellos