Banner Haras Regina Topo
06 Abr 2017 | 14:35:27

Pegasus World Cup tem bolsa aumentada e pagará US$ 16 milhões em prêmios

Versão 2018 do páreo está confirmada, novamente, para Gulfstream Park

Arrogate foi o vencedor da primeira PWC

Imagem: Susie Raicher/TDN

Depois de ingressar no calendário turfístico internacional na condição de prova mais bem paga do turfe mundial, a Pegasus World Cup (gr.I) terá sua dotação majorada em 2018. De acordo com publicação da Blood Horse nessa quarta-feira (5), o páreo distribuirá nada menos que US$ 16 milhôes no ano que vem.

Destinada a animais de 3 e mais anos, em 1.800 metros na raia de areia, a Pegasus World Cup pagou premiação de US$ 12 milhões em sua edição inaugural, em 2017, quando restou vencida por Arrogate. Promovida pelo Stronach Group, a prova tem seus lugares no starting-gate negociados a US$ 1 milhão por inscrição.

A disputa da Pegasus World Cup foi, ainda, confirmada para Gulfstream Park, que sediou a primeira edição da PWC este ano. O hipódromo localizado em Florida, que é administrado pelo próprio Stronach Group, poderia ser preterido, segundo alguns boatos, em favor de Santa Anita Park, na Califórnia, para o ano que vem. As informações ventiladas nesse sentido, porém, se mostraram infundadas. 

Mais notícias

Silence Is Gold retoma rotina de vitórias no GP Diana (gr.I)

Potranca do Stud São Francisco da Serra superou atuação aquém do esperado na primeira prova para voltar a vencer. Haras São José da Serra emplacou, como criador, o segundo G1 na tarde.

Ler na íntegra

Boris do Jaguarete conquista batismo clássico em São Paulo

Disputado nesse domingo (29), em Cidade Jardim, o Clássico Pres. Rafael A. Paes de Barros (L), em 2.400m na pista de grama (pesada), para produtos de 3 e mais anos, foi vencido por Boris do Jaguarete, 3 anos, filho de Amigoni e Golden Medal (Roi Normand), de criação e propriedade do Stud Jaguarete.

Ler na íntegra

Felka leva a melhor na Prova Especial Courageuse

Filha de Agnes Gold pertence ao Stud Rio Dois Irmãos.

Ler na íntegra